A EVONIK APRESENTARÁ ALGUMAS NOVIDADES NA RIO OIL & GAS E AINDA REALIZARÁ UM SIMPÓSIO PARALELO | Petronotícias





A EVONIK APRESENTARÁ ALGUMAS NOVIDADES NA RIO OIL & GAS E AINDA REALIZARÁ UM SIMPÓSIO PARALELO

enonikA Evonik, uma das líderes mundiais em especialidades químicas, estará presente na Rio Oil & Gas 2022, que acontece de 26 a 29 de setembro, no Boulevard Olímpico, no Rio de Janeiro. A 20ª edição do maior evento de óleo e gás da América Latina, que terá um formato híbrido, com transmissão on-line, reunirá mais de 350 expositores do setor. Paralelamente à exposição, será realizado o Congresso Rio Oil & Gas, com a apresentação de mais de 600 trabalhos técnicos e debates sobre Upstream, Midstream & Downstream,?Gás Natural & Energia, Indústria do Futuro, ESG, Transição Energética e Transformação Digital. Com a presença de grande parte do time global de engenharia e a liderança global do segmento de Industrial & Energy, o estande da Evonik apresentará amostras de produtos, como seções de tubos revestidas com os polímeros VESTAMID NRG e uma versão demonstrativa da membrana SEPURAN NG de remoção de CO2 de gás natural produzido.

Durante a Rio Oil & Gas 2022, nas manhãs dos dias 27 e 28 de setembro, a Evonik organizará, em Copacabana, o seu 10º Simpósio de Óleo & Gás, com a participação demangueira especialistas da indústria e renomados profissionais de várias empresas globais. Eles compartilharão suas experiências e apresentarão estudos de caso, discutirão sobre polímeros, compósitos, remoção de CO2, membranas, diversas soluções para a indústria de óleo e gás, e tecnologias para a transição energética, como hidrogênio verde, e outros tópicos relevantes para a indústria. A empresa trará à mostra diversos produtos, como a membrana SEPURAN NG é composta de fibras ocas especialmente robustas, baseadas em um polímero de alta performance, que resiste a pressões e altas temperaturas, sendo uma opção no mercado para separação de CO2 e processamento de gás natural;  Os tubos compósitos termoplásticos dispensam totalmente o aço e, portanto, não são suscetíveis à corrosão, e possuem alta estabilidade mecânica e flexibilidade. O baixo peso do produto e a produção em rolos de até 10 km tornam a instalação mais simples e econômica;

produtoNo campo dos catalisadores, serão apresentados o Dryocel, que são Aluminas ativadas, para secagem de gás natural. A solução promove maior eficiência para processos de desidratação de gás natural em plataformas offshore, especialmente em condições de maior acidez;  O Excel Rejuvenation, que são  Catalisadores de hidroprocessamento (HPCs) rejuvenescidos com desempenho equivalente ou superior a catalisadores novos Tipo 1 e Tipo 2, propiciando em torno de 50% de redução de custos com HPCs e reduzindo em torno de 65% as emissões de gases de efeito estufa em comparação aos catalisadores novos. O UltraCAT Preactivation: Pré-ativação ex-situ de catalisadores de hidroprocessamento (HPCs), proporciona start-ups mais rápidos, seguros e eficientes, segundo informa a empresa.  Além disso, a pré-ativação UltraCAT traz um desempenho catalítico e uma economia em torno de EUR 160mil por 100 toneladas de catalisador quando cargas craqueadas são processadas; Tem ainda o EcoMa TG – Sustainable Tail Gas Catalyst, que aumenta de atividade: Uma substituição drop-in para a maioria dos catalisadores de Tail Gas, incluindo LT TGU, entre outras características.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of