A ÍNDIA ASSINA UM NOVO COMPROMISSO COM A RÚSSIA PARA EXPANDIR O SETOR NUCLEAR EM VÁRIOS SETORES DO PAÍS

INDI ASSINAA Índia e a Rússia assinam a ampliaçãodo acordo nuclear entre os dois países. O novo protocolo intergovernamental sobre a construção da central nuclear de Kudankulam,  foi assinado durante uma visita de dois dias do Diretor Geral da Rosatom, Alexei Likhachev, à central indiana. A Rosatom descreveu o protocolo como um “documento importante” finalizado após negociações que ocorreram durante a visita de Likhachev e  Ajit Kumar Mohanty, presidente da Comissão de Energia Atômica da Índia e secretário do Departamento de Energia Atômica (DEA). O DEA que disse foi “realizada uma reunião bilateral para analisar o progresso da construção das unidades 3 a 6 de Kudankulam”. As delegações também discutiram o fortalecimento dos laços em outras áreas da cooperação nuclear civil.  O início do acordo nuclear original entre os dois países foi assinado em 1980.

A Índia é o nosso parceiro estratégico. A cooperação russo-indiana no domínio nuclear tem raízes profundas; os primeiros documentos intergovernamentais sobre centrais nucleares indianas de concepção russaINDIA foram assinados no passado Década de 1980. No final do ano passado, comemoramos um maravilhoso aniversário conjunto – 10 anos desde que a primeira unidade de energia da central nuclear de Kudankulam foi conectada à rede elétrica da República da Índia. Continuamos a trabalhar em projetos conjuntos em diversas áreas da Índia. Estamos otimistas quanto à maior expansão da cooperação”, declarou Likhachev.

Kudankulam, a cerca de 100 quilômetros da cidade portuária de Tuticorin, no estado de Tamil Nadu, no extremo sul da Índia, já abriga dois reatores de água pressurizada russo-VVER 1000 em operação: Kudankulam 1 está em operação comercial desde 2014 e Kudankulam 2 desde 2017. Mais quatro unidades VVER estão atualmente em construção em duas fases: a construção das unidades 3 e 4 começou em 2017, com as obras nas unidades 5 e 6 começando em 2021. Mais duas unidades – Kudankulam 7 e 8, unidades AES-2006 com Reatores VVER-1200 – foram propostos como a quarta fase da planta. Em Dezembro,  o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, e  o Vice-Primeiro-Ministro da Rússia, Denis Manturov, assinaram três acordos relacionados com Kudankulam, bem como um memorando de entendimento sobre cooperação nos setores farmacêutico e de saúde.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of