A MAERSK REGISTRA UM AUMENTO NO MOVIMENTO DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO E VÊ PERSPECTIVAS MELHORES PARA ECONOMIA

swswsA Maersk, uma das maiores empresas de logística no Brasil, está apresentando perspectivas bem favoráveis para economia brasileira, apontando sinais de recuperação nas importações, prevendo um aumento de volume de 5% em operações do comércio exterior em cargas em contêineres ainda este ano. De acordo com Douglas Piagentini, Diretor Comercial da Maersk para Costa Leste da América Latina (Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai), as exportações apresentam um forte desempenho e marcam o terceiro trimestre consecutivo de sólido crescimento. Segundo os dados do relatório do comércio do primeiro trimestre de 2021, divulgado pela Maersk, o volume de importações e exportações somados, cresceu 9% no primeiro trimestre de 2021, 3 pontos percentuais a mais que o mesmo período do ano anterior.

“Estamos vendo os primeiros sinais de uma recuperação mais consistente nas importações e existe uma grande oportunidade pararggrrg simplificar o comércio com a transformação digital da logística nacional. Para a Maersk, a meta é manter o transporte dos produtos em movimento, independente das adversidades, para que a indústria, agricultura e economia do Brasil não pare”, disse Douglas Piagentini. As importações chegaram a 11% no mesmo período de 2021, com destaque para maquinários e aparelhos eletrônicos (+23%), têxtil e couro (+24%) e bens de consumo (28%). “O aumento representa reflexo da melhoria da demanda, consumo interno e avanço do e-commerce”, explica, Douglas Piagentini.

downloadSegundo o executivo, a variação das exportações brasileiras em relação ao mesmo trimestre de 2020, aumentou em 6%. “Alguns destaques positivos das exportações brasileiras em cargas conteinerizadas foram reflexo da alta safra e crescimento do mercado brasileiro, como: algodão (+28%), açúcar (+19%), café (+18%), carne suína (+23%) e carne bovina (+8%)”, diz. O diretor comercial reforça o importante papel das soluções digitais no setor de transportes, “Elas foram impulsionadas pela pandemia e representam a evolução e de certo modo o futuro da logística. O site da Maersk por exemplo, é um dos maiores sites de comércio eletrônico B2B do mundo, com mais de 130.000 transações por semana, gerando R104 bilhões de receitas globais em 2020. Para a América Latina, sua previsão de crescimento é de mais 20% ao ano. Há muito potencial e a Maersk busca possíveis oportunidades de investimento principalmente no mercado brasileiro”.

 

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of