A MODEC BRASIL IRÁ CONTRATAR MAIS 600 NOVAS PESSOAS PARA SUPORTAR O SEU CRESCIMENTO ATÉ 2024

Felipe_BaldisseraO nosso convidado desta sexta-feira (8) para participar do Projeto Perspectivas 2021, é Porta-voz da MODEC no Brasil, Felipe Baldissera, Gerente Comercial e Financeiro da companhia no país. A MODEC do Brasil é a empresa com o maior número de empregados em unidades em operação na indústria offshore de petróleo e gás. Ela pertence ao Grupo Modec, que vai comemorar 53 anos em 2021 e tem sede no Japão.  A empresa  tem fornecido várias tecnologias e soluções muito valorizadas por companhias petrolíferas em todo o mundo. Como todas as empresas, a MODEC também sofreu as consequências da Pandemia em 2020, mas também teve motivos para comemorar. Um deles foi a contratação pela  Equinor para construir um FPSO que vai operar no Campo de Bacalhau.

A MODEC Brasil trabalha com 2.500 pessoas e acredita que os cuidados com sua equipe ainda devem se repetir em 2021, até que tudo esteja dentro da normalidade. Em 2021 entregará dois FPSOs para a Petrobrás e, até 2023, outras duas plataformas semelhantes. Baldissera diz que “Estes quatro projetos representam um crescimento de 40% da nossa frota nos próximos dois anos.” Isso é bastante significativo. Até 2024, a empresa abrirá mais de 600 vagas no segmento de óleo e gás para suportar esse crescimento – os profissionais interessados em enviar seus currículos, cliquem aqui. Vamos então saber o que nos revelará o porta-voz da companhia no país:

1 – Como o senhor e a sua empresa enfrentaram os desafios de 2020 com a pandemia apanhando a economia em pleno voo de subida?

O ano de 2020 foi desafiador para todos nós em vários sentidos, na vida pessoal e profissional. Foi um ano de adaptação, paciência, FRFRFFRFRresiliência e calma para tomada de decisões. Todos os segmentos de negócio sofreram de alguma forma e tivemos que nos adaptar à realidade imposta pelo COVID-19. Na MODEC do Brasil, o empenho das mais de 2.500 pessoas da nossa equipe foi fundamental para minimizarmos riscos e impactos para e mantermos as operações dentro dos padrões de segurança. Nosso time offshore mostrou muita dedicação e comprometimento com os novos protocolos de segurança pré-embarque e o time onshore continuou a prestar um suporte de alto nível, apesar dos desafios inerentes ao trabalho remoto.

A pandemia veio em um momento em que nosso segmento apresentava ótimas perspectivas para 2020. Ano em que celebramos um contrato com a Equinor para a construção da plataforma que produzirá o campo de Bacalhau e avançamos no desenvolvimento de outras embarcações que, nos próximos anos, começarão a operar, consolidando nossa frota no Brasil. Também recebemos o reconhecimento do Fórum Econômico Mundial pelo projeto de digitalização das nossas plataformas no país, algo inédito na nossa indústria e um reconhecimento de nível mundial. Apesar de todos os desafios que o COVID trouxe para nossa empresa e para sociedade como um todo, estas conquistas e o comprometimento da nossa equipe com as medidas necessárias no combate à pandemia são motivos de orgulho para a MODEC em 2020.
EDDEDEDEDDE
2 – Quais são as perspectivas do senhor e de sua empresa para 2021?

Acima de tudo, a pandemia não acabou e vamos continuar focados em manter a integridade da nossa equipe, continuidade das nossas operações da melhor forma possível, como vimos fazendo com sucesso. Não podemos baixar a guarda, pois este desafio ainda não foi superado.

Duas novas embarcações contratadas pelo Petrobrás entrarão em operação em 2021 – o FPSO Carioca MV30 e o FPSO Guanabara MV31. Em paralelo, também estamos avançando na construção do FPSO Almirante Barroso MV32 e do FPSO Anita Garibaldi MV33, cuja entrada em operação é prevista nos próximos dois anos. Estes quatro projetos representam um crescimento de 40% da nossa frota nos próximos dois anos, o que é muito significativo e demandará novas contratações no país. Até 2024, a MODEC abrirá mais de 600 vagas no segmento de óleo e 3E3E3E3E3Egás para suportar esse crescimento.

A entrada em operação de novas embarcações e a perspectiva de novos projetos  de exploração de grande porte mostram que o Brasil continua como protagonista no cenário global de óleo e gás. Acreditamos que a indústria terá amplo espaço para crescer no Brasil nos próximos anos, sobretudo com a expectativa da retomada do consumo após a pandemia, e queremos continuar a contribuir para este desenvolvimento. O presente e o futuro da MODEC continuam aqui.

3 – Se o senhor fosse consultado, quais as sugestões e recomendações faria para o governo neste ano que está prestes a começar?

Nosso país tem um potencial de investimentos único, tanto para o desenvolvimento da indústria de óleo e gás como também na transição energética. Os grandes projetos iniciados nos últimos anos, a entrada de novas empresas no nosso mercado, a sinalização de manutenção de investimentos fortes pelas empresas presentes no país – tudo isso acontecendo mesmo num mercado com incertezas e SWSWSWWSSturbulências mostra a força e o potencial da nossa indústria.

 Nos próximos anos, e até mesmo décadas, teremos que nos descobrir, agregar cada vez mais tecnologia, conviver com outras fontes de energia, e veremos uma competição cada vez mais acirrada de alocação de investimentos, entre projetos, entre mercados produtores. Para continuarmos competitivos e crescendo, até mesmo num cenário de com redução de consumo de petróleo, é fundamental sermos competitivos em custo, em estrutura, em tecnologia, no desenvolvimento de mão de obra, em estrutura regulatória, estabilidade legal e tributária. Fatores como esse darão longevidade para nossa indústria e capacidade de extrair valor, riqueza e desenvolvimento econômico por mais tempo. Entendo que a agenda de todos os agentes envolvidos, inclusive do governo, deve ter esse foco.

14
Deixe seu comentário

avatar
9 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
Guaraci silva da conceiçãoRedação PetronotíciasMárcio José Alves BritoMaxCarlos Henrique Pinto da Silva Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Denis
Visitante
Denis

Boa tarde !
Quero saber como eu faço pra enviar um currículo

Márcio José Alves Brito
Visitante
Márcio José Alves Brito

Como faço pra conseguir um embarque como marinheiro de convés 021973006473

Marcelo
Visitante
Marcelo

Como faço para enviar meu curriculo?

Luiz
Visitante
Luiz

Como faço para enviar o currículo ?

Luiz
Visitante
Luiz
Carlos Henrique Pinto da Silva
Visitante
Carlos Henrique Pinto da Silva

Ótimo estou ansioso pra fazer parte desse grupo respeitavio que é a MODEC

Max
Visitante
Max

Para enviar o currículo, qual site?

Guaraci silva da conceição
Visitante
Guaraci silva da conceição

Como faço pra enviar um currículo direto

Guaraci silva da conceição
Visitante
Guaraci silva da conceição

Kero fazer parte do quadro da modec sou soldador e tenho curso tecnico de mecanica