ABERTURA DO QUARTO POÇO DO CAMPO DE SÉPIA FAZ FPSO CARIOCA CHEGAR AO LIMITE DE SUA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO

cariocaA Petrobrás informou que entrou em operação o quarto poço produtor interligado ao FPSO Carioca, no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos. A abertura do último poço produtor acrescentou 41 mil barris de petróleo por dia (bpd) à unidade – que já produzia 134 mil bpd. Com isso, tornou-se a plataforma de maior produção da Petrobrás, no momento, com 175 mil bpd. O FPSO Carioca, unidade afretada junto à Modec, entrou em operação em agosto de 2021 e possui capacidade para processar diariamente até 180 mil bpd e comprimir até 6 milhões de m³/dia de gás natural.

Na mesma data da abertura do último poço produtor do FPSO Carioca, a Petrobrás e os novos parceiros da jazida compartilhada de Sépia assinaram os contratos de Partilha de Produção, juntamente com a Pré-Sal Petróleo SA (PPSA), gestora do contrato, bem como o Acordo de Coparticipação. A jazida compartilhada é composta pelos campos de Sépia (regida pelos contratos de Cessão Onerosa e Partilha da Produção) e Sépia Leste – regida pelo contrato de Concessão (BM-S-24). Assim, a Petrobrás, operadora, passou a deter 55,3% de participação na jazida; a TotalEnergies EP, 16,91%; a Petronas, 12,69%; a QP Brasil, 12,69%; e a Petrogal Brasil S.A., 2,41%.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Anonimus Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Anonimus
Visitante
Anonimus

Estranho
Nada se comenta a respeito do fato de estarem usando linhas flexíveis, uma vez que ainda continua o litígio a respeito da baixíssima qualidade dos dutos rígidos produzidos, e até hoje reprovados para uso!