ABIQUIM DIZ QUE DEPENDE DO SENADO A DECISÃO DE SALVAR OU EXTINGUIR A INDÚSTRIA QUÍMICA BRASILEIRA E MILHARES DE EMPREGOS

SENADOA Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) faz um segundo alerta e, desta vez, a coisa ganha um contorno com gravíssimas consequências para o país. Na semana passada, a entidade enviou uma carta aos senadores dos estados brasileiros onde estão situadas as petroquímicas, chamando a atenção para a situação crítica pela qual o setor vem passando e pedindo apoio para a inclusão das emendas 700 e 701 no texto da PEC 45, da Reforma Tributária, que poderá ser votada amanhã (7) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Estas emendas, de conteúdo semelhante, visam garantir a existência de um regime específico para a indústria química com base no que o próprio Congresso Nacional já deliberou por duas vezes com o Regime Especial da Indústria Química (REIQ), mas que não foi implementado na prática, até o momento, por ausência da completa regulamentação pelo Poder Executivo. Se inclusas na PEC, as emendas 700 e 701 abrem a possibilidade para a correção dessa distorção.

Segundo André Passos Cordeiro, presidente-executivo da Abiquim, a petroquímica brasileira, que ele considera  a mais sustentável do planeta, vem dando sinaisANDRE claros de que está caminhando para um processo de extinção por falta de apoio contra a competição predatória de outros países que subsidiam e fornecem petróleo e gás mais barato. Um comparativo entre janeiro e agosto de 2023 em relação ao mesmo período de 2022, realizado pela Abiquim, aponta os seguintes resultados:

  • Produção: -11,4%
  • Vendas Internas: – 10,8%
  • Demanda Interna: -6,3%
  • Índice de Preços: – 17,2%
  • Uso da capacidade instalada: 65% / ociosidade de 35% (pior patamar dos últimos 30 anos)
  • Participação das importações sobre a demanda interna: 47% (nível recorde)
  • Exportações: -3,7% (volume)
  • Importações: +6,0% (volume)

IND QUIAlém disso, garante André Passos, o atual nível de utilização da capacidade instalada do setor, que em agosto de 2023 chegou a apenas 58%, preocupa, em especial porque representa elevação dos custos unitários de produção, piora na produtividade e na eficiência das plantas: “Mantido esse quadro, o setor corre o risco de fechamento de plantas, em especial as de médio e pequeno porte, além de desemprego. O Governo Federal também está perdendo – a receita decorrente de pagamentos de tributos por parte da indústria química diminuiu R$ 6 bilhões de janeiro a setembro de 2023”, enfatizou Passos.

Veja a lista dos senadores que receberam a carta da Abiquim: Paulo Paim (RS); Alessandro Vieira (SE), Angelo Coronel (BA), Marcos Pontes (SP), Carlos Portinho (RJ), Fernando Dueire (PE), Flavio Bolsonaro (RJ), Giordano (SP),Hamilton Mourão (RS) e Humberto Costa (PE). A indústria química brasileira é a 6ª maior do mundo, gera 2 milhões de empregos diretos e indiretos, representa 11% do PIB industrial. É líder em produtos renováveis, geradora de tecnologia de ponta e formadora de mão-de-obra qualificada. O setor químico ocupa a primeira colocação na lista de contribuintes de tributos federais com R$ 30 bilhões anuais, ou seja, 13,1% do total da indústria nacional.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of