AES BRASIL ANUNCIA QUE COMPLEXO EÓLICO NO RIO GRANDE DO NORTE SERÁ OPERADO APENAS POR MULHERES

clarrisa-sadockNovas oportunidades para mulheres que atuam no mercado de energia. A CEO da AES Brasil, Clarissa Sadock, anunciou que o Complexo Eólico Cajuína, localizado no Rio Grande do Norte, será operado por uma força de trabalho 100% feminina. O empreendimento está sendo construído pela companhia na região de Lajes e começará a entrar em operação, de forma faseada, em 2023.

O modelo de operação 100% feminina já é adotado pela Companhia no Complexo Eólico Tucano, localizado na Bahia, onde também foi promovido curso de capacitação em parceria com o Senai Bahia. Dentro de seus Compromissos ESG 2030, a AES Brasil se propôs a promover diversidade, equidade e inclusão, entre outras iniciativas, aumentando a participação de mulheres em cargos de liderança e operação da empresa.

Para a Especialização Técnica que teve início na última semana, no Rio Grande do Norte, inicialmente foram oferecidas 60 vagas, no entanto, devido à alta procura e à qualidade das inscritas, o número de vagas foi ampliado para 76 alunas. Essas mulheres representam 18 municípios do Rio Grande do Norte e possuem formações como eletrotécnica, mecânica e segurança do trabalho.

Aproveitamos o crescimento da empresa para trazer de forma acelerada mais mulheres para os nossos quadros. Não tenho a menor dúvida de que essa capacitação contribuirá para que a operação do nosso Complexo Eólico Cajuína seja 100% feminina”, reforça Clarissa Sadock.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of