AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA INSPECIONA E LIBERA PARA LONGA OPERAÇÃO A USINA NUCLEAR DA BULGÁRIA

plantUma equipe de especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) concluiu uma revisão da segurança operacional de longo prazo das unidades 5 e 6 da usina nuclear de Kozloduy, na Bulgária. A equipe avaliou a preparação, a organização e os programas da planta relacionados à operação de longo prazo em relação aos padrões de segurança da agência. A usina de Kozloduy, a única usina nuclear da Bulgária,  tem dois reatores de água pressurizada em operação com uma potência instalada de cerca de 1000 MWe cada uma. A unidade 5 entrou em operação comercial em 1987 e a unidade 6 em 1991. As licenças de operação das duas unidades foram prorrogadas até 2027 e 2029, respectivamente. As unidades 1-4 de Kozloduy foram fechadas e estão sendo descomissionadas.

Uma missão foi realizada em Kozloduy 5 em 2016, seguindo uma outra na unidade 6,  em 2018. A última missão, foi solicitada pela Autoridade Reguladora Nuclear da Bulgária (BNRA) . A equipe de 9 membros era composta por especialistas da República Tcheca, Eslováquia, Espanha e Emirados Árabes Unidos, além de três membros da equipe da AIEA. A equipe identificou boas práticas que serão compartilhadas com a indústria nuclear globalmente, incluindo que a planta de Kozloduy: implementa inspeções visuais anuais abrangentes de estruturas civis para identificar os efeitos do envelhecimento em um estágio muito inicial;   coopera com universidades técnicas edssa escolas secundárias para apoiar as necessidades futuras de pessoal para o período de operação de longo prazo; e usa sistemas de informação abrangentes para monitorar e avaliar o risco de perda de conhecimento tácito.

O líder da equipe e oficial de segurança nuclear da AIEA, Gabor Petofi, disse que  “A equipe observou que a operadora está implementando medidas para uma operação  segura. A maioria das atividades de gerenciamento de envelhecimento e operação já atendem aos padrões de segurança da AIEA. A equipe SALTO incentiva a planta a melhorar ainda mais seu desempenho relacionado a LTO e abordar as descobertas da missão.”

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of