MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO PROCESSA GRAÇA FOSTER E GUIDO MANTEGA POR MAQUIAREM PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS

aO Ministério Público Federal  no Rio de Janeiro está processando a ex-presidente da  Petrobrás, Graça Foster, e o ex-ministro da fazenda do governo do PT, Guido Mantega,  por improbidade administrativa,  acusados por manipular os  preços de combustíveis e consequente prejuízo bilionário à estatal.  Além de Graça e Mantega, são processados na ação civil pública, por condução indevida de preços da gasolina e do diesel, outros cinco ex-integrantes do Conselho de Administração da companhia: Miriam Belchior, Francisco Roberto de Albuquerque, Luciano Coutinho, Marcio Zimmermann e José Maria Ferreira Rangel. De acordo com o MPF, parte dos membros do Conselho de Administração à época, principalmente os indicados pelo governo, deliberaram, entre o final de 2013 e outubro de 2014, por manter uma política de retenção de preços dos combustíveis e a defasagem em relação ao mercado internacional, contrário aos interesses da Petrobrás.

Os procuradores da República Claudio Gheventer, Gino Augusto de Oliveira Liccione, André Bueno da Silveira e Bruno José Silva Nunes, autores da ação. Eles disseram que  “Em realidade, eles atuavam segundo orientação do governo federal, que intentava segurar a inflação, tendo em vista as eleições presidenciais de 2014”. O MPF quer ainda que a União, acionista controladora da Petrobrás, seja condenada a ressarcir a estatal por usá-la indevidamente para combater a inflação: “Estima-se que essa política de retenção de preços, que provocou grande defasagem entre o preço de importação da gasolina e do diesel e o preço de venda desses produtos no mercado interno, causou um prejuízo de dezenas de bilhões de reais, sendo, junto com as perdas sofridas em razão da corrupção que assolou a companhia, desvendada pela Operação Lava Jato, uma das causas da grave crise financeira enfrentada pela Petrobras nos dias atuais”, disseram os procuradores.

5
Deixe seu comentário

avatar
4 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Luciano Seixas Chagasdeco bambaYan Dantas AlmagroJOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
JOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA
Visitante
JOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA

CONTINUIDADE DE UMA PETROBRAS APARELHADA MPF processa Graça Foster e Mantega por manterem combustíveis a preços baixos no governo Dilma. O MPF (Ministério Público Federal) do Rio de Janeiro acaba de entra com uma ação de improbidade administrativa contra a ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, acusados de conduzir a política de preços da gasolina e do diesel com o suposto fim de controlar a inflação, entre 2013 e 2014, o que teria causado prejuízos à estatal. No mesmo diapasão, o que esperar do MPF em relação aos idênticos modus operandi que O Governo… Read more »

Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

Estranho é o MP processar o Mantega e Graça por subsidiar os combustíveis e mesmo assim a empresa dar lucro substantivo, enquanto os dirigentes atuais, pondo preços partidários aos internacionais passam incólumes, mesmo quando arrocham a população mais pobre com gás e combustíveis com preços internos proibitivos, enquanto a Petrobras apresenta lucros pífios e acentuada queda do seu faturamento bruto mesmo produzindo mais de 1,5 milhões de barris só do pré-sal. O que é pior doutos promotores ou procuradores? Os balanços estão disponíveis para o MP conferir. Mãos a obra. Avante.

Yan Dantas Almagro
Visitante
Yan Dantas Almagro

prejudicou muita gente com essa atitude. Infelizmente está todo mundo rico.

deco bamba
Visitante
deco bamba

MPF de RJ está jogando para a platéia.A BR seguiu as orientações dos seu principal acionista. Esta ação parece ser manipuladora para justificar o aumento abusivo ocorrido nos combustíveis neste ano. O Presidente da BR está empurrando a banana para o principal acionista. Esta política vai continuar enquanto a inflação está em baixa. A inflação está em baixa porque não há consumo no pais.As indústrias estão paradas. Em tempo a BR ficou em uma situação muito ruim foi pela queda do valor do barril do petróleo e aumento do dólar. Lava Jato levou a fama imerecida por tudo.

Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

Análise absolutamente correta senhor Deco. A baixa inflação é só por conta do consumidor e o governo, com a ação “independente”do senhor Pullem Parente e séquito, eleva o preço do petróleo na tentativa de aumentar a inflação recessiva que não pode ser baixa, pois assim aumentará mais o desemprego. E ainda tentam confundira opinião pública.