INB RECEBE APORTE DE R$ 190 MILHÕES QUE GARANTE O ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL PARA ANGRA 1 E ANGRA 2

zzzzNo apagar das luzes de 2017, o governo federal jogou uma boia para a INB e aportou R$ 190 milhões na empresa para garantir o abastecimento de combustível para as usinas nucleares Angra 1 e Angra 2. As operações das duas usinas estavam comprometidas em função de ter  combustível  apenas para operar até  final deste ano e era um alerta que estava sendo feito. Um sinal vermelho aceso pelo presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães.  As dificuldades de caixa que a Eletronuclear está passando, comprometeram os pagamentos para a INB.  Ela deixou de fazer os pagamentos, mas  equacionou uma dívida de R$ 84 milhões com a INB. Havia risco das usinas não operarem. Este problema foi resolvido. De certa forma é um passo positivo, mas ainda há outras decisões que precisam ser tomadas para levar tranquilidade ao setor nuclear brasileiro. É preciso que se equacione  o pagamento dos juros de RS$ 30 milhões mensais que a Eletronuclear paga mensalmente  ao BNDES. Depois disso, a retomada das obras de Angra 3.

A dívida com o BNDES sangra um valor tão alto, que compromete todas as outras operações da empresa, porque a obra de Angra 3 ainda está paralisada. Esses juros são referentes ao empréstimo da  construção da usina. Como ela não deu andamento, não pode gerar e, consequentemente,  arrecadar. Em função disso, o valor sai das operações de Angra 1 e Angra 2. Por isso é imperioso uma repactuação. O comprometimento do caixa da empresa resvala em outros problemas, como o pagamento das contrapartidas aos três municípios da Costa Verde: Angra dos Reis, Rio Claro e Paraty.  Além disso, pode haver problemas nos pagamentos dos fornecedores, até agora contornados pela mão firme do presidente Leonam Guimarães. 

O Presidente da INB, Reinaldo Gonzaga(foto), disse que este aporte do governo federal não apaga a dívida da Eletronuclear, que está em R$ 84 milhões. Mas vai dar mais flexibilidade à empresa que poderá ter um respiro em suas contas. Angra 1 e Angra 2 são responsáveis por 3% da geração de energia do País e são reabastecidas anualmente pelo INB. Angra 1 renova todo ano 44 dos 121 elementos (pastilhas) de urânio utilizados para gerar energia e Angra 2 tem a recarga de 56 dos 193 elementos que utiliza para operar.

Deixe seu comentário

2 Comentários em "INB RECEBE APORTE DE R$ 190 MILHÕES QUE GARANTE O ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL PARA ANGRA 1 E ANGRA 2"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Nayde dos Santos Guimarães
Visitante

Parabéns ao Presidente LEONAM GUIMARÃES POR TER CONSEGUIDO UM GRANDE AVANÇO PARA A RESOLUCAO dos problemas financeiros da EMPRESA ELETRONUCLEAR!!!

trackback

[…] abastecimento de combustível para Angra e Angra 2. Petronoticias. [Online] 04 de janeiro de 2018. https://petronoticias.com.br/archives/107162 […]