MME CRIA GRUPO PARA INCENTIVAR AS ÁREAS DE REFINO E PETROQUÍMICA

comperjApesar da postura da Petrobrás em deixar de lado as áreas de refino e petroquímica, o Ministério de Minas e Energia (MME) criou um Grupo de Trabalho para incentivar investimentos no País em atividades destes dois setores. A equipe vai avaliar medidas e ações nestes segmentos visando à garantia do atendimento das demandas internas do Brasil no curto, médio e longo prazo.

A primeira reunião do grupo será no dia 17 e dentro de dois meses será elaborado um relatório para ser apresentado ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). A equipe também irá propor a realização de audiências, seminários e outros eventos com agentes e entidades, para a discussão e análise de ações e medidas necessárias à atração de investimentos.

O grupo de trabalho será composto por representantes de diversos órgãos, como Ministério da Fazenda, Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, da Agência Nacional do Petróleo, entre outros.

2
Deixe seu comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
deco bambaAntonio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio
Visitante
Antonio

Uma primeira medida para o refino, seria determinar que todas as refinarias no Brasil operem na capacidade máxima, preferencialmente com petróleo produzido do País, permitindo redução de cargas apenas por questões de redução na demanda do mercado ou por problemas operacionais, por prazo limitado, enquanto perdurar a redução do mercado ou a correção da operação.

deco bamba
Visitante
deco bamba

A Petrobras foi criada para criar infraestrutura de energia para o pais. O presidente atual da BR consoante com o governo atual está se lixando para o pais relegando para segundo plano o objeto principal de sua criação. O culpado principal não é o presidente da Petrobras que vive no mundo da lua mas o governo que não atende os anseios do pais. Não é atoa que com baixa inflação o governo tenha a pior taxa de rejeição popular.