PRESIDENTE DA ELETROBRÁS ACREDITA NA PRIVATIZAÇÃO DA EMPRESA AINDA ESTE ANO

eeeSe tem alguém confiante na privatização da Eletrobrás, é o seu presidente Wilson Ferreira Junior. De Davos, na Suiça, ele garantiu que nem a eleição deste ano irá atrapalhar o processo de privatização da empresa, retirando-se do pacote apenas para a Eletronuclear e a Itaipu Binacional.  Ele tem a expectativa que o congresso nacional vai votar favoravelmente ao processo de privatização, o que deve acontecer no segundo semestre. Ele trabalha com as  condicionantes para a privatização que devem constar de estatutos da companhia. Tudo isso deverá estar refletido  nos documentos da companhia na  pré-emissão de capital. Cada uma dessas decisões vai ser levada a uma assembleia de acionistas. Ele considera que até o final de  julho a empresa fará o aumento de capital.    A mensagem presidencial com o encaminhamento da proposta foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira(22). O texto seguiu em regime de urgência, para que a tramitação ocorra mais rapidamente.

O presidente da Eletrobrás quer que  os parlamentares entendam a necessidade da privatização, uma vez que a estatal precisa fazer investimentos e não pode ficar recebendo aportes da União num momento em que o que se busca é um ajuste fiscal. A empresa é alvo de disputas entre políticos, especialmente das bancadas do Nordeste e de Minas Gerais, que sempre fizeram indicações nos quadros da Eletrobrás. Espera-se que  a privatização renda  R$ 12,2 bilhões aos cofres públicos ainda  este ano.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of