STATOIL PLANEJA INICIAR PRODUÇÃO DE CARCARÁ ENTRE 2023 E 2024

statoilA norueguesa Statoil, que hoje detém a operação da promissora descoberta de Carcará, pretende iniciar a produção de petróleo na área em 2023 ou 2024, de acordo com o chefe de exploração da empresa para Reino Unido e Noruega, Jez Averty.

A companhia, aliás, já pagou metade do valor da participação de 10% adquirida da Queiroz Galvão Exploração e Produção na área. Os pagamentos restantes deverão ser feitos em breve. A transação tem um custo total de US$ 379 milhões. Vale lembrar também que a descoberta de Carcará tinha 66% de participação da Petrobrás, que vendeu sua fatia para a Statoil por US$ 2,5 bilhões. Além da companhia norueguesa, a americana Exxon Mobil e a portuguesa Galp compõem o consórcio que atua na área.

Para 2018, a Statoil espera perfurar cerca de 40 poços de exploração em todo o mundo, com um gasto estimado em cerca de US $ 1,5 bilhão. Para comparação, no final de ano de 2017, a Statoil completou 28 poços de exploração com 14 descobertas comerciais.

Deixe seu comentário

1 Comentário em "STATOIL PLANEJA INICIAR PRODUÇÃO DE CARCARÁ ENTRE 2023 E 2024"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
deco bamba
Visitante

É claro. Receberam um presente de pai para filho do Presidente da BR e da ANP. Quem não gostaria deste presente? Agora é fazer uma projeto “fast-track” e beber direto da fonte dos índios de Pindorama. Em tempo a Statoil é uma excelente firma e é talvez a firma que mais conhece reservatórios HPHT no mundo. Vale qualquer coisa para deixar a BR pronta para privatização.