APROVADA VENDA DA PETROQUÍMICASUAPE E DA CITEPE MEDIANTE A ACORDO CONCORRENCIAL

petroquimica-suapeA liquidação total da Petrobrás terá uma nova queima de estoque. Desta vez, o Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu o sinal verde para que a companhia venda para a Alpek a Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e a Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe). O negócio movimentará ao todo o valor de US$ 385 milhões, sujeito a ajustes de capital de giro, dívida líquida e impostos a recuperar.

O montante será depositado no dia do fechamento do negócio, que acontecerá após o cumprimento de outras condições. A Petrobrás ainda acrescentou que a decisão do Conselho será publicada no Diário Oficial da União conforme prazo regimental do próprio órgão.

O processo de venda passou por uma profunda análise do Cade, já que a venda destes dois ativos teria impacto direto na concorrente M&G, que possui uma fábrica de resina em Suape. O relatório do conselho afirma que a operação era complexa pelo fato da M&G comprar ácido tereftálico purificado (PTA) da PetroquímicaSuape, única fabricante desta matéria-prima no Brasil. Desta forma, o Cade aprovou a venda para a Alpek com a condicionante da assinatura de um Acordo em Controle de Concentrações (ACC), que visa a atender preocupações de natureza concorrencial identificadas pelo Tribunal.

A partir do PTA, são produzidos o poliéster têxtil, resinas PET para vários tipos de embalagem, além de fibras industriais usadas na fabricação de pneus, materiais e equipamentos para o setor elétrico, automotivo e indústria do petróleo.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

E asim fica consumada a quebra da cadeia do poço ao posto com o conluio do CADE que nada mais faz que apoiar as iniciativas de desnacionalização dos nossos ativos. A concorrência? Para que? Pergunto! Para que serve o CADE além de contribuir para aumento do deficit público se quase sempre é simplesmente autorizador?