ONDA DE VIOLÊNCIA FAZ PREFEITO DE ANGRA DOS REIS AMEAÇAR PEDIR DESLIGAMENTO DAS USINAS NUCLEARES ANGRA 1 E ANGRA 2

ssO prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, garantiu que poderá pedir o desligamento das usinas nucleares caso não seja atendido pelo presidente Michel Temer e seu gabinete de segurança institucional. Jordão pede intervenção federal na segurança do município. Depois de detalhar os problemas que o município está enfrentando na área de segurança pública, o prefeito pediu a intervenção da Força Nacional e do Exército, em Angra dos Reis. Jordão afirmou a uma rádio local que se não fosse atendido, irá ao Ministério Público Federal  e pedirá o desligamento das duas usinas nucleares.

Na noite desta quinta-feira(9), o governo no Estado do Rio de Janeiro anunciou um plano que prevê o aumento do efetivo para as cidades da Região da Costa Verde. Vale lembrar que as vilas residências ocupadas por funcionários da Eletronuclear foi tomada por bandidos que explodiram os caixas eletrônicos e depois fugiram pelo mar. Em função deste problema a Eletronuclear determinou o fechamento das agências bancárias que operavam dentro da área das usinas de Angra 1 e Angra 2, preocupado com a falta de segurança e com a ousadia dos bandidos que poderiam invadir a área da usina para roubar os bancos e  usar explosivos nos caixas eletrônicos.

“ Do jeito que está a Estrada Rio-Santos – disse Fernando Jordão – com problemas de falta de segurança na região das usinas e em todo município, nós não podemos dizer que temos um plano de emergência. ” O prefeito anunciou que irá contratar mais 40 policiais e comprar 20 novas viaturas para a Polícia Militar, além de ajudar a PM a instalar um destacamento no centro da cidade e restabelecer as câmeras de monitoramento.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of