PETROBRÁS ESTUDA ALTERAÇÃO DE REGRAS DE DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS E PREVÊ PAGAMENTOS JÁ EM 2018

coletiva petrbroasManhã de muitas novidades vindas da Petrobrás. A estatal, que anunciou nesta quinta-feira (15) um prejuízo de R$ 446 milhões em 2017, realizará estudos para alterações no Estatuto Social da companhia, em relação à cláusula de destinação dos resultados, com o objetivo de estabelecer pagamentos trimestrais de Dividendos ou de Juros sobre Capital Próprio. O presidente da petroleira, Pedro Parente, disse na manhã de hoje que a maior previsibilidade de incertezas da companhia vai permitir que a Petrobrás “tenha uma visão mais concreta a respeito da possibilidade de pagar dividendos”.

O executivo também afirmou que se a proposta for aprovada, o acionista passará a ter antecipação de dividendo, que poderá ser pago já em 2018. “Temos altíssima probabilidade de pagar dividendos caso a política seja aprovada. Temos altíssima probabilidade de pagar dividendo já nos resultados do primeiro trimestre”, afirmou Parente.

O presidente da companhia explicou ainda que a ideia de se fazer estudos sobre a distribuição de dividendos surgiuda visão de que empresas globais já fazem o pagamento trimestral de dividendos. “Portanto, na linha de fazer continuar o aperfeiçoamento da governança da empresa, permitindo antecipar o pagamento conforme os resultados [financeiros] acontecem”, disse.

O resultado do estudo sobre o tema, caso seja aprovado pelo Conselho de Administração da companhia, será encaminhado para deliberação da Assembleia Geral dos Acionistas.

Deixe seu comentário

1 Comentário em "PETROBRÁS ESTUDA ALTERAÇÃO DE REGRAS DE DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS E PREVÊ PAGAMENTOS JÁ EM 2018"

avatar
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Nada mais que a crônica da morte anunciada por todos. Como dividendos se os lucros dos ajustes prometidos viram prejuízos não honrando as anteriores promessa feitas de bons resultados nos anos seguintes. Pior é a administração do Pullen Parente e séquito dar inúmeras justificativas para os pífios resultados de 2017, consequentes das decisões erradas como a de pagar quase R$10 bilhões aos tribunais dos USA dizendo-se inocente, por pretensas sentenças desfavoráveis. E muitas outras atitudes de desnacionalização e esvaziamento de riquezas do Brasil. Nada se diz sobre a perda de faturamento da empresa consequente da proposital perda de mercado interno,… Read more »