Megabanner

COMEÇA O MAIOR E MAIS IMPORTANTE SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE ENERGIA NUCLEAR NO BRASIL

fdfA manhã desta segunda-feira (19) começa bastante movimentada para o setor nuclear brasileiro, que se reúne em peso no Rio de Janeiro para o seminário internacional “The World Nuclear Industry Today”, na Escola de Guerra Naval, na Urca.  O evento teve recorde absoluto de inscritos, com 367 participantes cadastrados, comprovando o interesse pelo potencial deste segmento no Brasil. A partir das 9h manhã, começa a cerimônia de abertura conduzida por Patricia Wieland (foto), diretora da World Nuclear University (WNU); Celso Cunha, presidente da Associação Brasileira para Desenvolvimento de Atividades Nucleares (ABDAN); e André Luis Ferreira Marques, que comanda a Diretoria de Desenvolvimento Nuclear da Marinha (DDNM). O dia terá uma intensa agenda de palestras com importantes nomes da indústria, entre eles o presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães.

O executivo participará de um seminário sobre o chamado “Harmony programme”, que é um programa da World Nuclear Association (WNA) cujo objetivo é dar suporte à meta de fazer com que a energia nuclear forneça 25% da eletricidade global e acrescente 1000 gigawatt de nova capacidade até 2050. De acordo com dados apresentados pela própria WNA, cerca de 7 milhões de pessoas morrem todos os anos devido à poluição do ar, e muitas das quais estão associadas ao uso de energia. Por isso, investir em energia nuclear é vital não apenas em termos de geração firme e segura, mas também pelo fato de ser uma fonte limpa.

A WNA mostra preocupação em relação ao fato dos compromissos atuais para reduzir as emissões de dióxido de carbono não serem suficientes para atingir o objetivo do Acordo de Paris de manter o aumento da temperatura média global abaixo de 2°C. Por isso, a associação está mobilizando o mercado global em torno de uma maior reflexão sobre a importância da maior participação da energia nuclear. O seminário que começa hoje e segue até o dia 23 é importante para reunir os executivos que já estão na indústria, bem como atrair novos e jovens profissionais para o setor.

Como se sabe, a WNA, por meio da World Nuclear University (WNU), e a ABDAN, estão promovendo este seminário internacional no Rio de Janeiro para melhorar o conhecimento dos participantes sobre o status da energia nuclear no mundo de hoje e seu provável desenvolvimento. “Esses eventos são muitos importantes na medida em que colocam os membros do setor juntos, facilitando o envolvimento e diálogo, bem como envolvem pessoas externas ao setor, ampliando o conhecimento da sociedade sobre a energia nuclear”, afirmou Leonam Guimarães, em recente entrevista ao Petronotícias.

Ainda falando sobre a Eletronuclear, uma das palestras desta segunda também abordará a questão de Angra 3, cujas obras estão paradas desde 2015. “Somente para o ano de 2018, temos projetado o valor de R$ 30 milhões [para preservação das estruturas da usina] e a principal despesa é com o seguro das obras. Este é o primeiro ponto, porque se a Eletronuclear não garantir a preservação, não tem como acontecer a retomada das obras”, disse Guimarães.

Veja abaixo a programação desta segunda-feira. O cronograma completo do evento pode ser visto neste link.

  • 8:00–9:00
    Credenciamento
  • 9:00-9:50

    Tópicos
    Cerimônia de Abertura
    Patricia Wieland – diretora, WNU
    Celso Cunha – presidente, ABDAN
    André Luis Ferreira Marques – Diretor da DDNM

  • 9:50-10:00

    Tópicos
    Introdução
    Patricia Wieland – diretora, WNU

  • 10:00–11:00

    Tópicos
    Desenvolvimentos da energia nuclear no Brasil
    Carlos Augusto Feu Alvim da Silva – ECEN Consultoria

  • 11:00–11:15
    Intervalo
  • 11:15–12:00

    Tópicos
    Seminário “The Nuclear Industry Harmony Programme”
    Leonam dos Santos Guimaraes – Presidente da Eletronuclear e membro da World Nuclear Association Board

  • 12:00–12:15
    Foto comemorativa
  • 12:15–14:00
    Almoço
  • 14:00–15:00

    Tópicos
    Seminário “International safety, security and safeguards regime”
    Abel Gonzalez – ARN

  • 15:00–15:30
    Intervalo
  • 15:30–16:30

    Tópicos
    Comparação dos desenvolvimentos da energia nuclear em diferentes países
    Milt Caplan – Presidente da MZ Consulting

  • 16:30–17:00

    Questões e debate
    Patricia Wieland – diretora WNU
    Reinaldo Gonzaga – Presidente INB
    Andre Luiz Salgado – Vice-presidente da Framatome e vice-presidente da ABDAN

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of