PPSA ESPERA SUGESTÕES NO MODELO DE NEGÓCIO ANTES DE FAZER O PRIMEIRO LEILÃO DE PETRÓLEO DA UNIÃO

dsdExatamente daqui a 30 dias, a  Pré-Sal Petróleo (PPSA), responsável pela comercialização do petróleo da União, fará o primeiro leilão de petróleo. Ao todo serão leiloados 2,8 milhões de barris de petróleo, produção prevista para um ano nos campos selecionados. Serão ofertados petróleos de quatro campos: Mero (ex-Libra) e dos campos de Sapinhoá, Lula e Tartaruga Verde. A consulta pública ficará aberta até o dia 24 deste mês.  Nesse período, a PPSA receberá sugestões e dúvidas, responderá às manifestações e realizará eventuais alterações no edital, segundo informou a empresa. A previsão é que o edital seja publicado no dia 4 de maio. O vencedor irá adquirir toda a produção do respectivo campo durante um ano, remunerando a União a cada retirada de carga, de acordo com a proposta de preços ofertada no leilão, baseada no Preço de Referência do Petróleo (PRP), determinado mensalmente pela Agência Nacional de Petróleo (ANP).

A companhia está propondo a possibilidade de formação de consórcios entre empresas estrangeiras e/ou fundos de investimentos associados a empresas portadoras da logística necessária à retirada das cargas, com objetivo de aumentar o número de concorrentes. O presidente da PPSA, Ibsen Flores  disse que “Nossa expectativa é receber contribuições que nos permitam aprimorar o edital. Conhecendo o desafio logístico do pré-sal, acreditamos que um contrato de longa duração será mais interessante para as empresas do que realizar um leilão a cada carga.”

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of