FINLÂNDIA JÁ CONCEDEU A LICENÇA PARA CONSTRUIR GASODUTO QUE VAI LEVAR GÁS A PAÍSES DA UNIÃO EUROPEIA

xxxA Finlândia emitiu a segunda autorização para construção e exploração do gasoduto Nord Stream 2, que terá 374 quilômetros construídos dentro do país.  O gasoduto é um projeto conjunto das empresas Gazprom, Engie, OMV AG (Áustria), anglo-holandesa Royal Dutch Shell e as alemãs Uniper e Wintershall. Ele vai transportar o gás da Rússia até a Alemanha. A licença foi emitida pela Agência Administrativa Regional para o Sul da Finlândia de acordo com a Lei da Água. A informação é do próprio operador do projeto da empresa Nord Stream 2 AG. Em um comunicado, um representante da empresa disse que “Estamos prontos para continuar uma negociação produtiva e um diálogo aberto na etapa de construção e exploração com as autoridades finlandesas que monitorarão a execução dos trabalhos”.

A construção deste O gasoduto  é apoiado pela União Europeia e poderá transportar 55 bilhões de metros cúbicos de gás natural da Rússia através do fundo ccdo mar Báltico,  até a Alemanha, que autorizou a construção do gasoduto no final de março. A empresa Nord Stream 2 AG, nos próximos meses, espera autorização para a construção do gasoduto em outros países como a própria  Rússia, a  Suécia e a Dinamarca. Vários países se manifestaram contra o projeto, inclusive a Ucrânia, que teme perder seus lucros com o gás russo. A Letônia, Lituânia e Polônia declararam desaprovação à construção do gasoduto Nord Stream 2. Seus líderes afirmaram que se trata de um projeto político. Os EUA, que têm ambições de exportar gás para a Europa, a partir de bases em Portugal,  também se mostraram insatisfeitos.

O projeto do gasoduto já recebeu todas as autorizações necessárias na Alemanha, entretanto, nem todos os países europeus são a favor da construção do gasoduto. A União Europeia atribui grande importância a gasodutos que passam pelo território ucraniano no âmbito de diversificação das rotas de abastecimento, informou o diretor-geral da Comissão Europeia para a Energia, Dominique Ristori.  O transporte de gás é uma fonte de receita importante para a Ucrânia, mas é também importante para a UE no âmbito de diversificação das rotas de abastecimento. A UE ajudará a Ucrânia nas negociações sobre o trânsito de gás depois da rescisão do contrato entre a empresa de energia ucraniana Naftogaz e a gigante energética russa Gazprom.
O gasoduto Nord Stream 2 é um projeto conjunto das empresas Gazprom russa, Engie (França), OMV AG (Áustria), anglo-holandesa Royal Dutch Shell e as alemãs Uniper e Wintershall.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of