BP ESTABELECE COMPROMISSOS VISANDO OPERAÇÕES PARA UM FUTURO DE BAIXO CARBONO

dwwdwA BP publicou um novo relatório que estabelece seu compromisso com um futuro de baixo carbono e suas contribuições para enfrentar o desafio duplo de fornecer energia para a crescente demanda global, ao mesmo tempo em que reduz as emissões de gases de efeito estufa. O relatório, intitulado  Avançando a Transição Energética, detalha os planos da empresa para cumprir o compromisso de  reduzir as emissões de gases de efeito estufa em suas operações, aprimorar seus produtos para ajudar os clientes a reduzir suas emissões e criar negócios de baixo carbono. O relatório também estabelece metas de curto prazo para limitar as emissões de gases de efeito estufa nas operações da BP, que permitirão aferir o progresso. Estas metas são concretas, mensuráveis e a intenção é de que sejam atingidas ao longo de dez anos.

Bob Dudley, CEO do grupo BP, disse que  “O mundo está crescendo como nunca, criando oportunidades para bilhões de pessoas. E todo este crescimento requer energia. Mas à medida que o mundo demanda mais energia, aumenta também a exigência de que esta energia seja produzida e distribuída em novas formas, com menores emissões. Na BP, nós abraçamos este desafio duplo. Nós sempre olhamos para o futuro, nos ajustamos às mudanças e encaramos abertamente desafios como este. Neste relatório, examinamos como o mundo da energia está mudando, estabelecemos nossas ambições de redução de emissões e mostramos como estamos contribuindo para avançar a transição energética.”

Ainda que cumpra seus planos de crescimento de negócio ao longo dos próximos anos, a BP pretende manter as emissões de gases de efeito estufa em suas operações ao mesmo nível ou abaixo do registrado em 2015, até 2025. A empresa planeja atingir este objetivo por meio de reduções sustentáveis nas emissões em suas operações, limitando a intensidade de emissões de metano de seus negócios de óleo e gás e utilizando projetos de neutralização de carbono.

A BP pretende gerar reduções sustentáveis de 3,5 milhões de toneladas anuais de CO2 equivalente em gases de efeito estufa em todos os seus negócios até 2025. Aprimorar a eficiência energética de seus negócios por meio de novas tecnologias, limitar a intensidade de emissões de metano e reduzir a prática de queima de óleo e gás são medidas das quais se esperam reduções permanentes e quantificáveis nas emissões.

 A BP afirma que  está determinada a reduzir as emissões de metano –componente primário do gás natural, mas também um poderoso gás de efeito estufa  de suas operações. A BP estabeleceu como meta limitar a intensidade de metano a 0,2% em suas operações de óleo e gás. A companhia também introduziu um programa de certificação para todo o grupo, denominado Avançando em Baixo Carbono, para incentivar que todos os negócios persigam oportunidades de reduzir suas emissões e para encorajar clientes e outros públicos fora da BP a fazer escolhas de mais baixo carbono.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of