Megabanner

PETROBRÁS VENDE COMPLEXO PETROQUÍMICO DE SUAPE POR R$1,5 BILHÃO DEPOIS DE TER INVESTIDO R$ 9 BILHÕES PARA CONSTRUÍ-LO

fsdfA temporada é de venda na  Petrobrás.  Parece um Programa de Aceleração da Privatização. No início da noite desta segunda-feira (30) véspera de feriado do dia do Trabalho, a companhia informou que  finalizou a operação de venda de 100% das ações detidas na Companhia Petroquímica de Pernambuco (Petroquímica Suape) e na Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe) para o Grupo Petrotemex  e a Dak Americas Exterior, subsidiárias da Alpek, do México. A operação foi concluída com o recebimento pela Petrobrás de R$ 1,523 bilhão (US$ 435 milhões), após ajustes previstos no contrato de compra e venda e cumprimento de todas as condições precedentes, incluindo a reestruturação das dívidas de longo prazo das duas companhias e aprovação da operação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Para construir o complexo petroquímico  Petrobrás investiu R$ 9 Bilhões. Parece ser um bom negócio gastar 9 bilhões e receber 1,5 bilhão ? A transação faz parte do alinhamento ao Plano de Negócios e Gestão 2018-2022, que prevê  a saída integral das participações em petroquímica.

 Rodrigo Santos, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Tecelegame de Ipojuca, onde fica o complexo petroquímico, depois de tomar conhecimento da venda, disse que : “ O que está acontecendo é a entrega do patrimônio público. O preço é pior do imaginávamos. Vamos entrar na justiça contestando esses valores.”

 A Petrobrás  informou ainda que  também finalizou a operação de cessão da totalidade de sua participação no campo de Azulão (concessão BA-3), localizado no estado do Amazonas, para a empresa Parnaíba Gás Natural, subsidiária da ENEVA.  A operação foi concluída com o pagamento de US$ 56,5 milhões para a Petrobrás, já realizado  pela Parnaíba Gás Natural após o cumprimento de todas as condições precedentes e ajustes previstos no contrato. A justificativa da venda foi priorizar investimentos em ativos com maior potencial de geração operacional no curto prazo e com maior possibilidade de otimização de capital e de ganhos de escala.

15
Deixe seu comentário

avatar
9 Comment threads
6 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
AntonioNoe QueirozAluysioLuis Masculino MonjeMaura Araujo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
F Bueno
Visitante
F Bueno

Absurdo e preço recebido é uma vergonha essa gestão do Parente à frente da Petrobrás, Socorro, cadê a Lava Jato? Prende o Pedro Parente,

Alexandre Pereira
Visitante
Alexandre Pereira

O preço de R$ 1,5 bi não é pequeno para o que está lá. Pelo contrário. É um excelente preço. O erro está na outra ponta. Fazer aquilo por R$ 9,0 bi é que está errado. Como já foi provado no Comperj, RNEST, Pasadena e outros absurdos.

Luis Masculino Monje
Visitante
Luis Masculino Monje

e produto de corrupção do PT. negocio de prima

Kelby Duarte Lima
Visitante
Kelby Duarte Lima

Quanto será que receberam por fora?

Kelby Duarte Lima
Visitante
Kelby Duarte Lima

Assim é fácil negociar patrimônio público!Esses sujeitos acham que podem tudo……..

Manuel Freitas
Visitante
Manuel Freitas

Por favor senhores não acreditem em noticias tendenciosas .Leiam http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2018/04/26/petroquimica-suape-e-citepe-fecham-2017-com-prejuizo-milionario-336936.php
e concluam que a Petrobrás e fez um ótimo negócio ao se desfazer destas companhias!!!!!!!

Edson
Visitante
Edson

Muito bem Manuel Freitas

Junior
Visitante
Junior

Com tanto prejuízo assim e ainda acharam comprador…nao sei qual das notícias e mas tendenciosas

hassan
Visitante
hassan

esse é o pior jornal de pernambuco , garanto !

Maura Araujo
Visitante
Maura Araujo

A fonte é o JC? Faz-nos rir! Patrimônio público pago com nosso dinheiro e o JC justifica o injustificável. Igual a venda dos campos de pré-sal. Os ratos roubam e colocam a culpa no queijo!

Paladino de Alcântara
Visitante
Paladino de Alcântara

Já sabem quem vai financiar as próximas campanhas do P$dB nos próximos 30 anos de concessão. Sim este muchachos.

Alexandre Pereira
Visitante
Alexandre Pereira

O preço de R$ 1,5 bi não é pequeno para o que está lá. Pelo contrário. É um excelente preço. O erro está na outra ponta. Fazer aquilo por R$ 9,0 bi é que está errado. Como já foi provado no Comperj, RNEST, Pasadena e outros absurdos.

Aluysio
Visitante
Aluysio

O petróleo será de outros e nunca mais veremos o slogan “O petróleo é nosso”. Outros = estrangeiros.

Noe Queiroz
Visitante
Noe Queiroz

O script de toda doação de patrimônio estatal é o mesmo. Primeiro força o prejuízo, geralmente contendo os preços dos produtos da empresa,depois entrega a empresa a preço simbólico e todos pensam ter sido um bom negócio. Em seguida libera-se os preços e a empresa tem um lucro Record atribuído à “boa gestão privada”. 100% dos preços de produtos de empresas privatizadas subiram muito acima da inflação.Na telefonia subiram cerca de 200% em dólares. Lucro com preços altíssimos é facílimo de se obter.

Antonio
Visitante
Antonio

O problema do Brasil são os energúmenos que apoiam e justificam absurdos como esta doação de patrimônio. Quando a gasolina estiver a 7 reais vou agradecer a vocês suas bestas.