Megabanner

PRODUÇÃO DE PETRÓLEO EM MARÇO CAIU 2,3% E PRÉ-SAL CHEGOU AO PATAMAR DE 54% DO TOTAL

Cidade-de-Maricá-FPSO-Arrives-at-Brasa-YardA produção de petróleo e gás no Brasil em março registrou queda. Foram produzidos 2,557 milhões de barris de petróleo por dia, uma redução de 2,3% na comparação com o mês anterior. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o recuo já era esperado em virtude de paradas programadas para manutenções de equipamentos nas plataformas nos campos de Peregrino, na Bacia de Campos, e Lula, na Bacia de Santos.

Já a produção de gás natural totalizou 107 milhões de m³ por dia, um tombo de 2,6% em relação ao mês anterior. “O decréscimo ocorreu em função de paradas de manutenções nas plataformas nos campos de Lula, na Bacia de Santos, e Peroá/Cangoá, na Bacia do Espírito Santo”, explicou a ANP.

A produção do pré-sal, de tabela, também sofreu o impacto. O volume da região chegou a 1,745 milhão de barris de óleo equivalente por dia, uma redução de 1% na comparação com o mês anterior. Porém, com este número, a camada correspondeu a 54% do total produzido no Brasil em março.

Apesar das manutenções, o campo de Lula foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Produziu, em média, 832 mil barris por dia de petróleo e 34,8 milhões de m³ por dia de gás natural. O FPSO Cidade de Maricá, que fica no campo, foi a instalação com maior produção de petróleo – 148,8 mil barris por dia por meio de 8 poços a ela interligados.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of