OPEP AVALIA QUE EXCEDENTE DE PETRÓLEO NO MERCADO ESTÁ QUASE ELIMINADO

plataformaA Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) acredita que o excedente de oferta global de petróleo já foi praticamente eliminado. Como se sabe, o grupo implantou um corte de produção desde janeiro de 2017 para tentar equilibrar o mercado e elevar o preço do barril.

De acordo com relatório apresentado pela OPEP nesta segunda-feira (14), os estoques de petróleo em países desenvolvidos em março caíram para 9 milhões de barris acima da média de cinco anos. Em janeiro de 2017, o número estava em 340 milhões de barris acima da média.

Recentemente, o valor do insumo chegou a US$ 78, o maior desde 2014. Para a OPEP, isso é fruto de “problemas geopolíticos, estoques de produtos se estreitando e uma robusta demanda global”, mas a entidade também acredita que seu comprometimento em controlar o excesso de oferta do produto apoiou o mercado de petróleo.

“A Opep, como sempre, está pronta para apoiar a estabilidade do mercado de petróleo, junto com os países produtores não membros que participam da Declaração de Cooperação”, declarou o grupo.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of