JAPÃO AUTORIZA ENTRADA EM OPERAÇÃO DA OITAVA USINA NUCLEAR DEPOIS DE FUKUSHIMA

 

rrrO Japão mandou religar sua oitava usina nuclear. A unidade 4 da usina de Ohi, na província japonesa de Fukui, começou a fornecer eletricidade para a rede novamente. O anúncio foi feito pela Kansai Electric Power Company. O reator deverá reentrar na operação comercial no início do próximo mês. Após o fechamento de todos os reatores do Japão após o acidente ocorrido em março de 2011 na usina de Fukushima Daiichi, a Ohi 3 e 4 receberam permissão para retomar a operação em agosto de 2012. No entanto, os dois reatores de água pressurizada de 1180 MWe foram desligados novamente pela Nuclear Regulation Authority (NRA) em setembro de 2013. A NRA anunciou em maio de 2017 que as duas unidades atendem às normas de segurança introduzidas em julho de 2013 e aprovou o plano da Kansai de fortalecer as unidades em agosto do ano passado. O regulador realizou inspeções pré-operação das unidades para confirmar que o equipamento de contramedidas de segurança está em conformidade com o plano de construção aprovado na planta.

A Kansai carregou 193 conjuntos de combustível no núcleo da Ohi 3 em fevereiro. O reator foi reiniciado em 14 de março e atingiu a criticidade – uma reação em cadeia sustentada – no dia seguinte. Em um comunicado, o presidente e diretor da Kansai, Shigeki Iwane, disse que  “Está sendo  planejado aumentar a produção do gerador em etapas, confirmando o status da fábrica em cada potência. Daremos apoio deliberado a todas inspeções a serem realizadas pela NRA “. Ohi 4 é o oitavo dos 42 reatores do Japão, que  cumpriram os novos padrões de segurança e retomaram a operação. Os outros são: unidades Sendai 1 e 2 de Kyushu e unidade 3 de Genkai; Unidade Ikata de Shikoku 3; e as unidades 3 e 4 de Takahama de Kansai. Outros 17 reatores estão em processo de modernização para recomeçarem.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of