DISPUTA PELO CONTRATO DO FPSO BÚZIOS V PROMETE SER ACIRRADA

fpso solDepois de sucessivos e vários adiamentos por parte da Petrobrás para receber as propostas da licitação para o afretamento do FPSO de Búzios V, finalmente a estatal deu novos passos no processo. No mercado, o comentário é de que grandes players do exterior entraram na disputa, que está prometendo ser bastante acirrada. Ao menos três grupos – a belga Exmar, a malaia MISC e a japonesa Modec – estariam na concorrência, que visa afretar um navio-plataforma com capacidade para produzir 180.000 barris por dia de óleo e 6 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural. 

O FPSO de Búzios V ficará afretado pelo prazo de 21 anos, com possibilidade de prorrogação por um intervalo de igual intervalo. A unidade está prevista para entrar em operação em 2021 na cessão onerosa.

O campo de Búzios fica na região norte da Bacia de Santos. Em abril, a Petrobrás deu início a produção do ativo, o primeiro sob o regime de cessão onerosa, com a plataforma P-74. Além da P-74, serão instaladas, entre 2018 e 2021, mais quatro plataformas no campo – incluindo Búzios V -, cada uma com capacidade de processar diariamente até 150 mil barris de petróleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Paulo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Paulo
Visitante
Paulo

Vai ser mais uma empresa que compra nossas riquezas naturais e larga o lixo e os espólios fica em seus países sinto muito como brasileiro vendo esse líquido precioso sai pelos dedos . Solicito uma migalha para recupera minha dignidade sou eletricistas nível 3 acredito no capitalismo mais amo as pessoas espero um emprego para ajudar a da pão a quem precisa agradeço pela atenção número( 71)987569023 Pvvilanova@yahoo.com.br