Megabanner

PETROBRÁS JÁ ADERIU A PRIMEIRA FASE DO PROGRAMA DE SUBVENÇÃO AO ÓLEO DIESEL

wwA Petrobrás informou  que sua diretoria executiva, em reunião extraordinária realizada, aprovou a adesão à primeira fase do programa de subvenção econômica à comercialização de óleo diesel, instituído pela Medida Provisória nº 838, extensivo a todos produtores e importadores. Desse modo, além da redução voluntariamente realizada pela Petrobrás, em 24 de maio de 2018, o valor médio de venda da Petrobrás nas refinarias e terminais, à vista e sem tributos, será reduzido em R$ 0,07, e passará a R$ 2,0316 por litro a partir de hoje(1). Essa redução será mantida até 7 de junho de 2018, data de encerramento da 1ª fase do programa, não havendo alteração no prazo originalmente fixado para redução voluntária do preço realizada pela companhia.

Essa diferença de preço, no período entre 1º de junho e 7 de junho, será ressarcida em espécie pelo Governo Federal, por meio da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no âmbito do programa, nos termos da regulamentação em vigor. A adesão à primeira fase do programa não vincula a Companhia à segunda fase, cuja decisão será submetida à avaliação das instâncias competentes, após publicação da regulamentação. Além das reduções de R$ 0,23 e R$ 0,07 praticadas pela Petrobrás, o valor médio de venda também será afetado pela redução da carga tributária das contribuições para o PIS, COFINS e CIDE-Combustíveis, de R$ 0,16 por litro, disciplinada pelo Decreto nº 9.391, de 30 de maio de 2018, uma vez que a tributação do diesel é concentrada no produtor ou importador.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

O pior que o preço que pode ser reduzido é fixado sem quaisquer critérios ou seja ao sabor dos governantes. A redução de preços deveria vir acompanhada da planilha de custos e de quanto será o lucro civilizados da Petrobras que permita a sua subsistência como autônoma e independente e que também cumpra seu papel social como estatal. É o que falta e o que os dirigentes da Petrobras e do governo insistem como marotos a ignorar. Como não tem inocentes neste mundo de “espertos” o problema será o mesmo sob a égide de Ivan Monteiro,de matiz igual a do… Read more »