A CGN CONCLUIU OS TESTES DE COMISSIONAMENTO E JÁ PODE OPERAR O 5º REATOR DA USINA NUCLEAR DE YANGJIAN, NA CHINA

ZZZZZZZZZA unidade 5 da usina nuclear de Yangjiang, na província chinesa de Guangdong, concluiu testes de comissionamento e agora cumpre as condições para entrar em operação comercial. A  informação é da própria  China General Nuclear (CGN). A unidade é o primeiro reator ACPR 1000 a ser construído e a primeira unidade chinesa a contar com um sistema de controle digital desenvolvido internamente. Com o reator de água pressurizada projetado para 1000 MWe  a  CGN alcançou a primeira criticidade em maio e foi conectado à rede em sete dias. Desde então, uma série de testes de comissionamento foram realizados na unidade, incluindo um teste de carga e uma demonstração com duração de 168 horas. Embora a CGN ainda deva obter as licenças e documentação necessárias, a unidade agora já pode ser considerada em operação comercial. O  Yangjiang 5 torna-se o 21º reator de potência da empresa em operação comercial, com uma capacidade combinada de 22.778 GWe.

Seis unidades estão planejadas para o site de Yangjiang.  As primeiras quatro unidades são CPR-1000, com as unidades 5 e 6 sendo ACPR-1000. A unidade 1 entrou em operação comercial em março de 2015, com as unidades 2, 3 e 4 seguindo em junho de 2015, janeiro de 2016 e março de 2017, respectivamente. O primeiro concreto para a unidade 5 de Yangjiang foi lançado em setembro de 2013, com o da unidade 6 após três meses depois. Todos os seis reatores devem estar em operação até 2019. Segundo a CGN, quando todas as seis unidades forem concluídas em Yangjiang, a usina gerará cerca de 48 bilhões de kWh de eletricidade por ano. Em comparação com a geração equivalente usando combustíveis fósseis, a usina reduzirá o consumo de carvão padrão em 14,83 milhões de toneladas e as emissões de dióxido de carbono em 38,78 milhões de toneladas.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of