Megabanner

COM BLECAUTES PERMANENTES POPULAÇÃO DAS GRANDES CIDADES DA VENEZUELA VIVEM DIAS TERRÍVEIS SEM ENERGIA

fddfdA oposição venezuelana  está denunciando que o país passou a viver apagões constantes. Maracaibo, capital do maior Estado do país, quase não há energia permanente. Picos e cortes constantes. As pessoas dormem do lado de fora de suas casas  porque não suportam o calor. Os aparelhos de ar condicionado ou ventiladores não funcionam. Os alimentos  precisam ser consumidos, quando são encontrados, no mesmo dia porque não há como armazená-los.  Sem energia e com as ruas às escuras, o número da violência quintuplicou. Assaltos e mortes.A  crise econômica que vem provocando desnutrição, hiperinflação e emigração em massa. Mesmo  tendo reservas gigantescas de petróleo e ser membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) o país está um caos sem precedentes em sua história.

Os funcionários da indústria petroleira eram vistos como a alta classe média do país. Hoje, são acusados de roubarem equipamentos das refinarias da PDVSA, com uma operação inteiramente comprometida.  As seis estações de energia de Zulia têm combustível suficiente para gerar eletricidade, mas a falta de manutenção e de peças de reposição provoca problemas frequentes, obrigando as instalações a operarem com 20 %  de sua capacidade. O ministro da Energia, Luis Motta, disse neste mês que os cortes de energia de até oito horas por dia serão a norma em Zulia enquanto as autoridades desenvolvem um plano de estabilização, sem dar detalhes de como fazer. Enquanto isso centenas de venezuelanos fogem do país em direção ao Brasil e à Colômbia em busca de sobreviver.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of