ANEEL AUTORIZA AUMENTO NO PREÇO DAS TARIFAS ELÉTRICAS DE TRÊS DISTRIBUIDORAS DE ENERGIA

dA diretoria da ANEEL aprovou  os reajustes tarifários das empresas Elektro Eletricidade e Serviços (Elektro), Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e Energisa Paraíba Distribuidora de Energia (EPB). Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O que mais influenciou no reajuste da Elektro foram os componentes financeiros  relacionados à aquisição de energia e ao risco hidrológico. Sozinhos, os componentes financeiros responderam por 13,36 pontos porcentuais do reajuste médio de 24,42% aprovado. A concessionária Elektro atende 2,6 milhões de unidades consumidoras localizadas em 223 municípios de São Paulo e cinco do Mato Grosso do Sul. O reajuste entrará em vigor a partir da próxima segunda-feira (27).

Para os consumidores residenciais, o aumento será de 23,12%. Para os de baixa tensão, em média, a alta será de 23,20%. Para os de alta tensão, em média, que são as indústrias, o aumento será de 26,75%. O efeito médio para o consumidor será de 24,42%. O reajuste tarifário da Cemar, que atende 2,4 milhões de unidades consumidoras localizadas em 217 municípios do Maranhão, entrará em vigor a partir da próxima terça-feira (28). Nos últimos 10 anos, as tarifas residenciais da Cemar têm registrado variação menor do que a inflação calculada pelo IGP-M e pelo IPCA no período. Para os consumidores residenciais , o aumento é de 16,67%. Para os de baixa tensão, em média, a alta será de 16,77%. Para os de alta tensão, em média, que são as indústrias, o aumento será de 17,86%. O efeito médio para o consumidor será de 16,94%.

O reajuste tarifário da concessionária Energisa Paraíba Distribuidora de Energia (EPB), que atende 1,4 milhão de unidades consumidoras em 216 municípios da Paraíba, entrará em vigor também a partir da próxima terça-feira(28). Para os consumidores residenciais, o aumento é de 15,29%. Para os de baixa tensão, em média, a alta será de 15,41%. Para os de alta tensão, em média, que são as indústrias, o aumento será de 16,75%. O efeito médio para o consumidor será de 15,73%.

2
Deixe seu comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
valquiria Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
valquiria
Visitante
valquiria

O MIADO DO GATO ENGROSSA JUNTO!!!

trackback

[…]  https://petronoticias.com.br/archives/116109 […]