Megabanner

CONGRESSO INTERNACIONAL NO RIO DE JANEIRO MOSTRA O AVANÇO DA GEOLOGIA BRASILEIRA

ANP Palestra Décio Oddone - 49º Congresso Brasileiro de Geologia - Foto Ian Cheibub (5)Cerca de 25 empresas e instituições apresentam novidades tecnológicas na ExpoGeo, o salão de exposições do 49º Congresso Brasileiro de Geologia que termina amanhã-feira(24) no Rio de Janeiro.  Uma boa novidade é o  sistema de visualização imersiva “MOSIS – Multioutcrop Sharing and Interpretation System”, que será levado pela Unisinos para demonstração e a máquina de sublimação da Geologia BR. Os estandes da CPRM, com alguns mapas interativos, e da Petrobrás, que promove ativações com participantes, também atraem  a atenção dos visitantes. Uma novidade nesta edição é o aplicativo 49CBG, o que fez com que o programa final do evento fosse transferido para a tecnologia, buscando redução de papel, num compromisso da organização com as metas de sustentabilidade. Essa é o 49º Congresso Brasileiro de Geologia, que está sendo realizado no Centro de Convenções Sul América.

A palestra de Décio Oddone, diretor-geral da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, ainda repercute no encontro. Ele apresentou o cenário das novas Rodadas de Licitação e os reflexos sobre a economia nacional, dos estados e municípios, com foco na ampliação do mercado de trabalho para geólogos e geocientistas, no apoio à P&D e na formação de novos profissionais. Outro destaque é o 7º Simpósio de Vulcanismo e Ambientes Associados que aconteceu nesta quarta-feira(22). O evento trouxe o maior especialista do mundo em vulcões, Dougal Jerram. Ele lançou  seu livro “Introdução à Vulcanologia”. O Congresso vai até amanhã(24), reunindo mais de 3 mil estudantes e profissionais das Ciências da Terra.  Para Hernani Aquini Fernandes Chaves, presidente do Núcleo RJ da Sociedade Brasileira de Geologia (SBG) e da Comissão Organizadora do Congresso, o evento é uma oportunidade para se discutir as grandes questões em torno do desenvolvimento da Geologia no país. Especialista em óleo e gás, o geólogo vê com otimismo os novos leilões previstos para 2018 e 2019, a recuperação dos preços do petróleo no mercado internacional e a atual administração da Petrobrás.

Atualmente, o setor petrolífero absorve 27% dos geólogos que atuam no mercado, enquanto 34% estão na mineração. Hoje, são 11.578 geólogos registrados no Confea/Crea e cerca de 9 mil em atividade em todo o país,segundo dados do Linkedin. Desses,  4.685 são associados à SBG. Se antes os homens dominavam este mercado, hoje as mulheres já disputam de igual para igual as vagas nos 33 cursos de Geologia e nos três cursos de Engenharia Geológica existentes no país.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of