MALÁSIA CANCELA PROJETO DE GASODUTO COM A CHINESA CPP E DEVE PAGAR INDENIZAÇÃO POR ESTA DECISÃO

121A China Petroleum Pipeline Engineering (CPP) reconheceu a decisão do governo de cancelar os projetos do gasoduto ligando Malacca a uma refinaria de Petronas e uma instalação petroquímica em Johor, na Malásia. Agora a empresa  discutirá uma compensação financeira  com o governo da malaio. Como resultado do cancelamento, o CPP disse que iria transferir alguns  funcionários, locais e estrangeiros, anteriormente designados para os projetos de oleodutos para outros empreendimentos em andamento na Malásia e em outras partes do mundo. Em um comunicado, a empresa informou que  “O CPP entende e respeita que a decisão é devida a razões econômicas e financeiras.  O CPP vai continuar a discutir com o proprietário do ativo / governo da Malásia para uma compensação justa e equitativa para o cancelamento dos projetos. O CPP espera trabalhar com o governo da Malásia no futuro projeto de gasoduto e contribuir para a prosperidade econômica da Malásia.”

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of