ENEVA DECLARA COMERCIALIDADE DO CAMPO DE GAVIÃO TESOURA, NO MARANHÃO | PetroNotícias





ENEVA DECLARA COMERCIALIDADE DO CAMPO DE GAVIÃO TESOURA, NO MARANHÃO

sdssA Eneva entregou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a declaração de comercialidade da descoberta de gás de Morada Nova, batizada de Gavião Tesoura. O campo é originário do bloco PN-T-49, localizado na Bacia do Parnaíba, interior do Maranhão. O Gavião Tesoura é o oitavo campo a ser declarado comercial pela Parnaíba Gás Natural, subsidiária integral da Eneva, e tem volume estimado de gás de 2,24 bilhões de metros cúbicos. Após seu desenvolvimento, ele será integrado ao sistema de produção do Complexo Parnaíba. O CEO da Eneva, Pedro Zinner disse que “O campo de Gavião Tesoura é mais uma conquista da companhia, e demonstra amplo conhecimento da Eneva sobre a Bacia do Parnaíba. A declaração de comercialidade contribui para o avanço da exploração de gás em terra no país, e para o aumento da confiabilidade da matriz energética Brasileira”.

Esta é a primeira declaração de comercialidade desde a integração entre Eneva e Parnaíba Gás Natural. Agora a companhia tem cinco campos em operação, quatro em desenvolvimento, e outros 40 mil km² de área exploratória. A partir da Declaração de Comercialidade, a Eneva tem 180 dias para entregar o Plano de Desenvolvimento: “Estamos muito satisfeitos. O Complexo Parnaíba é nosso case de sucesso. Um exemplo de como é possível viabilizar o desenvolvimento de bacias terrestres a partir da integração com o setor elétrico”, disse  Lino Cançado(foto a direita), vice-presidente de Operações da Eneva.

O modelo Reservoir-to-wire, que consiste na geração de energia térmica em usinas construídas nas proximidades dos campos produtores de gás, reduz a necessidade de sdsainfraestrutura e viabiliza a monetização de reservas terrestres encontradas no interior do país. Este formato integrado de produção leva desenvolvimento e renda para além dos grandes centros urbanos e oferta energia segura e competitiva para o país. O primeiro campo da Eneva na Bacia do Parnaíba entrou em produção em 2012. Seis anos depois, o Maranhão é o quinto maior produtor de gás natural do país, a partir de cinco campos produtores, mais de 120 poços perfurados, 200 Km de gasodutos construídos e R$ 8 bilhões investidos.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of