SBM OFFSHORE PAGA R$ 549 MILHÕES À PETROBRÁS COMO PARTE DE ACORDO DE LENIÊNCIA | PetroNotícias





SBM OFFSHORE PAGA R$ 549 MILHÕES À PETROBRÁS COMO PARTE DE ACORDO DE LENIÊNCIA

SBM OffshoreEm um novo passo para voltar a participar de grandes projetos no Brasil, a SBM Offshore realizou um pagamento de R$ 549 milhões à Petrobrás – uma das etapas previstas em seu acordo de leniência com o governo federal, assinado em julho. Deste montante depositado pelo grupo holandês, uma fatia de R$ 264 milhões é relativa à multa administrativa e os R$ 285 milhões restantes são de antecipação de danos.

Para lembrar, o acordo que a SBM assinou com o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), a Advocacia-Geral da União (AGU) e a própria Petrobrás, prevê um pagamento total de R$ 1,22 bilhão. A segunda parcela, de US$ 179 milhões (R$ 667 milhões, na cotação à época da assinatura), será paga na forma de abatimento em pagamentos que a estatal brasileira fará à SBM no futuro referentes a contratos vigentes de afretamento e operação.

As conversas entre SBM e governo começaram em março de 2015. Com a assinatura da leniência, a empresa fica apta novamente a participar de licitações e contratações futuras. Mas ainda terá de passar por filtros e controles de conformidade exigidos pela Petrobrás.

Atualmente, a SBM tem um total de 7 FPSOs em operação no Brasil, sendo um com a Shell (Espírito Santo) e os demais com a Petrobrás. A última unidade entregue à estatal foi o FPSO Cidade de Saquarema, em meados de 2016, que hoje está instalado no campo de Lula Nordeste, no pré-sal da Bacia de Santos.

2
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Redação PetronotíciasAnônimo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Anônimo
Visitante
Anônimo

Após o Cidade de Paraty, a SBM entregou o Cidade de Ilhabela, Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema. Assim a matéria fica duvidosa. Não sei também se chegam a 11 FPSOs em 16 anos. Talvez somando reconversões e todos os clientes.