Megabanner

EMPRESAS RUSSAS E FRANCESAS PARTICIPAM DE EVENTO EM MOSCOU PARA FIRMAR COOPERAÇÃO NA ÁREA NUCLEAR

France-Russia-additive-technologies-October-2018-(Rosatom)Empresas russas e francesas de energia nuclear discutiram novas oportunidades de negócios em tecnologias nucleares em um seminário realizado em Moscou. O evento foi coordenado pela Rusatom – Additive Technologies (RusAT), que foi formada em fevereiro pela fabricante russa de combustível nuclear TVEL para gerenciar o desenvolvimento de tecnologias de fabricação na empresa estatal russa Rosatom. Ao anunciar seu lançamento, a TVEL disse que a RusAT se concentrará em quatro áreas principais: fabricação de impressoras 3D e seus componentes; produção de materiais e pós metálicos para impressão 3D; desenvolvimento de software para sistemas e serviços aditivos; e renderização de serviços de impressão 3D, além da introdução de tecnologias de fabricação aditiva em empresas industriais. A Rosatom planejava desenvolver um negócio de tecnologias aditivas desde o ano passado,   criando impressoras 3D industriais que imprimem em metal e desenvolvendo baterias nucleares. Os participantes do seminário visitaram Tsniitmash, uma subsidiária da unidade de engenharia da Rosatom. Entre as empresas que estiveram presentes estavam a AEM-Technology, que desenvolve materiais de aço e soldagem,   Airbus, EDF, Safran, Grupo ESI, Dassault Systèmes, 3DCERAM, AddUp, Volum-e e Air Liquide.

Alexey Dub, diretor geral da RusAT, familiarizou os visitantes franceses com o equipamento operacional, amostras de produtos, organização de pesquisa e estratégia comercial para o desenvolvimento de tecnologias aditivas na indústria nuclear. Ele mostrou a instalação da impressão com dois pós de metal, o que é significativo para a fabricação de turbinas, onde as técnicas tradicionais de soldagem podem ser problemáticas. A RusAT está  trabalhando em tecnologia para separar pós metálicos, permitindo a formação de camadas impressas de diferentes metais.

Vladimir Beregovsky, diretor do Instituto de Tecnologia de Superfície e Nanomateriais na Tsniitmash, apresentou equipamentos de investigação de alto vácuo, incluindo NanoARCmaster – “uma instalação de vácuo de plasma de alta tecnologia para a aplicação de uma ampla gama de revestimentos protetores sobre peças de máquinas e ferramentas de corte usando ion deposição com evaporação de arco “, disse Rosatom. Os revestimentos protetores obtidos dessas  instalações permitem aumentar a vida útil de uma ferramenta em até oito vezes, acrescentou.

Svetlana Shchurenkova, chefe do departamento de design e engenharia da RusAT, descreveu a linha de impressoras 3D da Rosatom, incluindo aquelas que utilizam o derretimento seletivo a laser. O trabalho está em curso para criar impressoras de feixe de elétrons, bem como instalações usando deposição direta de metal. A Rosatom também anunciou que planeja abrir quatro centros de engenharia industrial focados em tecnologias aditivas, que fornecerão serviços, conduzirão pesquisa e desenvolvimento, trabalharão em novos materiais para impressão 3D e organizarão programas de treinamento.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Joseph Andrade Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Joseph Andrade
Visitante
Joseph Andrade

Enquanto isso no Brasil: O Rei Pinóquio e os relicarios dos seus centenarios 100 dias de gestao e nada. 200 dias de gestao e nada. Mais de 365 dias de gestao e nada além de um proposta de acordo coletivo vergonhosa. Enquanto os funcionários são obrigados a AMARGAR UMA PROPOSTA HUMILHANTE DE ACORDO COLETIVO, com reajuste abaixo inflação, sem retroativo e perdas em clausulas sociais, o sr. PRESIDENTE REI PINOQUIO viaja para exterior rotineiramente, paga os jantares para toda a diretoria(Presidente inclusive) da CNEN em Viena, inova ao andar de carro blindado e tem um aumento de mais de 200%… Read more »