DESINVESTIMENTOS E MANUTENÇÕES FIZERAM PRODUÇÃO DA PETROBRÁS CAIR 6% DE JANEIRO A SETEMBRO | PetroNotícias





DESINVESTIMENTOS E MANUTENÇÕES FIZERAM PRODUÇÃO DA PETROBRÁS CAIR 6% DE JANEIRO A SETEMBRO

solange guedesUm conjunto de fatores explica a queda de 6% no volume de óleo e gás da Petrobrás no Brasil e exterior entre janeiro e setembro deste ano em relação ao mesmo período de 2017. Entre as razões que justificam a diminuição, estão os desinvestimentos realizados nos campos de Lapa e Roncador, o término do Sistema de Produção Antecipada (SPA) no Campo de Itapu, na Bacia de Santos, e as paradas para manutenção de plataformas (como foram os casos mais recentes da P-57 e P-52).

A diretora de exploração e produção da Petrobrás, Solange Guedes, disse que apesar do recuo, os números estão em linha com a meta prevista pela companhia para 2018. Até agora, a produção acumulada em 2018 da empresa no Brasil e exterior está em 2,6 milhões de barris de óleo equivalente por dia (a meta é 2,7 milhões de barris diários).

Solange também detalhou outras medidas que influenciaram diretamente no resultado operacional menor registrado em 2018. Uma delas é o ajuste e melhoria em 28 plataformas offshore para que o descarte no mar de água produzida tenha melhores traços ambientais. A Petrobrás também realizou obras de adequação no gasoduto Rota 1, que liga a Plataforma de Mexilhão à Unidade Tratamento de Gás de Caraguatatuba.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of