CANADÁ VAI USAR SUA EXPERIÊNCIA NO CAMPO NUCLEAR PARA CONSTRUIR UM CENTRO AVANÇADO DE ISÓTOPOS MÉDICOS | PetroNotícias





CANADÁ VAI USAR SUA EXPERIÊNCIA NO CAMPO NUCLEAR PARA CONSTRUIR UM CENTRO AVANÇADO DE ISÓTOPOS MÉDICOS

sssO Canadá vai investir US$ 38 milhões em um novo centro de pesquisa e desenvolvimento avançado de isótopos médicos. O centro ficará no campus do Triumf, o laboratório nacional de física de partículas da Universidade de British Columbia. O primeiro-ministro canadense,  Justin Trudeau, anunciou  o financiamento federal para o Instituto de Isótopos Médicos Avançados (IAMI) durante uma visita que fez ao laboratório.  A instalação de última geração de 2.500 m²  abrigará um novo ciclotron TR-24, uma sala de controle de ciclotron e seis laboratórios. Também terá salas técnicas, laboratórios de controle de qualidade, escritórios e salas de controle elétrico. As organizações canadenses de ciência, saúde e setor nuclear lançaram uma iniciativa com o objetivo de garantir que o país continue sendo um líder mundial na produção de isótopos médicos após o fechamento do reator Universal National Research. O Conselho Canadense de Istopos Nucleares tem como objetivo conscientizar e apoiar políticas de longo prazo em nível nacional e internacional. A produção canadense de radioisótopos ocorre atualmente em reatores de energia nuclear, reatores de pesquisa e aceleradores de partículas, como a Triumf e a Canadian Light Source.

O  IAMI promete garantir um suprimento local de vários importantes isótopos médicos, incluindo o isótopo tecnológico de tecnécio-99m (Tc-99m), e permitir o acesso canadense ao mercado global de Tc-99m. O Canadá já é líder no mercado global de isótopos médicos,   avaliado em cerca de US$ 3 bilhões – e contribui com mais de 50% da matéria-prima mundial para suprimento médico de isótopos. Será uma instalação de última geração onde os líderes da indústria e acadêmicos podem trabalhar juntos para ampliar as fronteiras da pesquisa e descobrir novas maneiras de proteger a saúde. A Triumf, localizada em Vancouver, é o centro nacional de aceleração de partículas do Canadá, pertencente e operado como uma joint venture por um consórcio de universidades. O empreendimento é apoiado em parte pelo governo canadense através de uma contribuição anual de mais de US$ 50 milhões.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of