PORTO DO AÇU OFERECE AO MERCADO DE MINAS GEAIS UMA ABERTURA LOGÍSTICA PELO MAR

xzxzMinas Gerais pode ter uma abertura logística pelo mar para escoar sua produção e importação de insumos e recursos. Nesta quinta-feira (22) a Porto do Açu Operações, em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), realiza pela primeira vez em Belo Horizonte, o Port Day. O evento, terá  a participação do CEO da Porto do Açu Operações, Tadeu Fraga, e do Presidente da FIEMG, Flávio Roscoe. O evento  será realizado no Museu Inimá de Paula, no Centro, às 16h. Em operação desde 2014, o Açu quer ser a solução portuária para a indústria de Minas Gerais pela sua localização estratégica e pela infraestrutura de ponta, que podem tornar os produtos mineiros mais competitivos, acreditam os organizadores do encontro.

Segundo a diretora comercial da Porto do Açu, Tessa Major, outro atrativo do Porto é que ele é 100% privado, o que favorece a relação com as empresas: “Comotessa-major iniciativa privada, nós temos condições de atender às necessidades específicas de cada cliente, entendendo sua demanda, as cargas com as quais trabalha e planejando da melhor forma cada nova parceria”.  No evento, os participantes assistirão a uma apresentação sobre o Complexo do Açu, que irá destacar suas potencialidades, as operações já realizadas e os serviços logísticos oferecidos. Também farão uma apresentação o auditor-fiscal, delegado da Alfândega da Receita Federal em Belo Horizonte, Bruno Carvalho Nepomuceno, e John Cuttino, representante do Porto de Houston no Brasil, novo porto parceiro do Açu.

Localizado em São João da Barra, no Norte Fluminense, o Porto do Açu tem 90 km², divididos em áreas onshore e offshore, e conta também com área para a instalação de unidades de empresas dos setores marítimo e industrial. Na área onshore, o Porto opera um Terminal Multicargas (T-MULT) que já movimenta bauxita, coque, carvão, gipsita, carga geral e de projetos, totalizando 600 mil toneladas até outubro deste ano. Além disso, tem ampliado os tipos de cargas movimentadas e clientes, se consolidando como uma excelente opção para a importação e exportação de produtos.

O Complexo tem autorização para operar qualquer tipo de granel sólido e veículos e já iniciou investimentos para desenvolver infraestrutura para movimentação de contêineres. O T-MULT também é competitivo para toda a Região Metropolitana de Belo Horizonte e do Norte de Minas Gerais, com destaque para produtos siderúrgicos, rochas ornamentais e veículos, entre outros.

xxxEm 2017, a empresa passou a oferecer soluções de logística integradas para granéis sólidos (Porto/Armazenagem/Transporte). Este tipo de operação movimentou, em seu primeiro ano, mais de 300 mil toneladas. Além das soluções door-to-door para importação e exportação, o terminal também realiza operações multimodais, utilizando um terminal de transbordo instalado a apenas 300 km do porto. Além desse, estão sendo desenvolvidos mais três terminais integradores em Três Rios, Vitória e Região Metropolitana de BH, para otimizar as operações.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of