ENTRAM EM NOVA FASE AS OBRAS DA UNIDADE DE ARMAZENAMENTO DO COMBUSTÍVEL NUCLEAR DE ANGRA 1 E 2. VEJA O FILME AQUI

zOs trabalhos da empresa norte americana  Holtec para a implementação da Unidade de Armazenamento a Seco (UAS), que receberá combustíveis usados de Angra 1 e 2 continuam a todo vapor.  A medida será necessária porque a capacidade das piscinas que armazenam esse material em ambas as usinas se esgotará nos próximos anos. Para construir a UAS, a empresa investirá mais de US$ 50 milhões. A unidade será utilizada até o governo federal decidir pela construção de um depósito definitivo. O início da transferência de elementos combustíveis para a UAS está previsto para maio de 2020. No próximo final de semana a Eletronuclear e o Ibama organizam eventos em Angra dos Reis exatamente para explicar, dar informações a quem ainda tem dúvidas sobre o local onde ficarão armazenados o combustível já utilizado. Se você quiser conhecer os detalhes da obra veja o filme especial elaborado pela Eletronuclear que estamos exibindo aqui no site em Vídeo em Destaque.

As usinas nucleares brasileiras  corriam  riscos de serem desligadas em razão da saturação dos depósitos de combustíveis, segundo uma avaliação da própria Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) — responsável por fiscalizar o setor — remetida ao Tribunal de Contas da União (TCU). Era crítica a situação da piscina  de armazenamento. Uma auditoria no sistema descobriu o iminente esgotamento  da  piscina que guarda o combustível usado, decorrente da geração de energia. A construção do novo depósito e  vai garantir a continuidade das duas usinas e a  conclusão de Angra 3, que vai gerar ainda mais energia.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of