ABDAN AMPLIA PARCERIA COM A WNA E VAI PREPARAR NOVO PLANO ESTRATÉGICO PARA DESENVOLVER SETOR NUCLEAR

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) – 

celso-2Se 2018 trouxe importantes notícias para o setor nuclear, o próximo ano que se aproxima está se demonstrando também bastante promissor. Um evento de grande impacto nos meios regulatório e técnico foi oficialmente anunciado pela Associação Brasileira para Desenvolvimento de Atividades Nucleares (Abdan). A entidade, em parceria com a World Nuclear Association (WNA), trará para o Brasil em abril o “World Nuclear Spotlight”. O encontro deve reunir, inclusive, os futuros ministros do governo de Jair Bolsonaro, que vão receber as informações dos benefícios da ampliação do uso da fonte nuclear no país. E os laços com a WNA não param por aí. O presidente da Abdan, Celso Cunha, revela que está confirmada mais uma edição do seminário internacional  da World Nuclear University (WNU) para 2019 no Brasil. A última edição, conforme noticiamos, teve um recorde absoluto de inscritos.

Internamente, a Abdan também se movimenta tendo em vista os próximos anos. A associação conseguiu cumprir 100% das ações previstas dentro do seu atual planejamento estratégico. A partir do próximo semestre, a associação começará a desenvolver o seu novo plano, contando com a contribuição de diversos agentes envolvidos no mercado nuclear.

Durante o Prêmio de Reconhecimento Nuclear, se percebeu um clima de otimismo entre os executivos. Na sua avaliação, ao que se deve isso?

É simples. Tivemos uma série de boas notícias ao longo do ano de 2018 no setor nuclear. Isso, por si só, começa a fazer um movimento no setor. As pessoas passaram a perceber que, efetivamente, é possível que as coisas aconteçam. Outro fator importante é que teremos a mudança de governo. Seja ele de direita ou de esquerda, a troca de governo sempre é um momento de renovação. As pessoas sempre têm esperança de que as coisas mudem e melhorem.

Algumas pessoas ligadas a este futuro governo já deram declarações sobre a importância do término de Angra 3. Então, existe hoje um momento de otimismo. Esperamos que esse novo governo valide esse sentimento. 

Como ficará a parceria da Abdan com a WNU daqui para frente?

Há alguns anos a Abdan já tem essa parceria com a WNU. Desde o ano passado, após a entrada da nova diretoria, essa parceria foi reformulada. Tanto que saímos de um patamar de 50 participantes para 1000 pessoas. Isso repercutiu lá fora. A presidente da WNA, Agneta Rising, ficou positivamente surpresa com essa capacidade de mobilização. Isso é muito importante neste momento. O WNU do ano que vem foi confirmado para a primeira semana de junho, entre os dias 3 e 7.

E essa parceria será ampliada de que forma?

Logo após a última edição do WNU, começamos a discutir isso. Em maio, eu estive na WNA, em Londres. Depois, tivemos uma proposta concreta para a realização do “World Nuclear Spotlight” no Brasil, encaminhada pelo presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, que acabou sendo aprovada na semana passada.

No que consiste este evento?

Celso Cunha com a diretoria da Abdan

Celso Cunha com a diretoria da Abdan

O Spotlight é um evento onde teremos, no primeiro dia, um encontro com 200 pessoas de maior calibre interessadas no processo de desenvolvimento de planos para energia nuclear. No segundo dia, teremos duas reuniões. Uma com a diretoria da WNA e outra com 25 pessoas de programas decisórios do Brasil. Estaremos falando em levar os futuros ministros do novo governo para ouvirem as pessoas mais qualificadas do mundo no segmento nuclear. O objetivo é que todos entendam que o caminho do uso da energia nuclear é o melhor. O evento será em abril, provavelmente, no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. 

E quais serão as próximas ações da Abdan?

Quando a atual diretoria da Abdan assumiu, foi feito um planejamento estratégico para um período de dois anos. Na última reunião com os associados, anunciamos que 100% das ações previstas foram concluídas. Por conta disso, pretendemos fazer um novo planejamento estratégico e iremos adotar uma metodologia um pouco mais ampliada. Não vamos apenas envolver os associados da Abdan, mas também todos os atores que podem contribuir no planejamento da associação para os próximos anos. Isso vai acontecer logo no primeiro semestre do próximo ano.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of