Megabanner

PETROBRÁS ANUNCIA FIM DE INVESTIGAÇÕES INDEPENDENTES POR ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

Stf_ellen_gracie_northfleetA Petrobrás anunciou nesta quinta-feira (29) que serão encerradas as atividades de investigação independente das empresas  de advocacia Trench, Rossi e Watanabe Advogados e Gibson, Dunn & Crutcher LLP. O Conselho de Administração da empresa também a aprovou o fim do chamado Comitê Especial, criado em dezembro de 2014 para atuar como interlocutor das atividades realizadas pelos escritórios.

O trabalho do comitê especial serviu para apoiar as investigações da companhia relacionadas à Operação Lava Jato da Polícia Federal. Para a ministra Ellen Gracie, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e que presidia o comitê, a “Petrobrás já virou essa página [da Lava Jato]”.

Além de Gracie, o comitê era composto por Andreas Pohlmann e pelo Diretor Executivo de Governança e Conformidade da Petrobrás, Rafael Mendes Gomes. A estrutura reportava diretamente ao Conselho de Administração da companhia, com atribuições e responsabilidades nas fases de planejamento, condução e conclusão da investigação dos escritórios externos.

Com o fim do comitê, a Petrobrás diz que as atividades desempenhadas por ele e pelos escritórios de advocacia passarão a ser executados pela própria empresa, de forma permanente.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of