CATAR ANUNCIA QUE DEIXARÁ A OPEP A PARTIR DE JANEIRO

Catar, Saad al-KaabiA Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) terá um membro a menos a partir de 2019. O Catar anunciou nesta segunda-feira (3) que deixará o cartel a partir de janeiro e passará a se concentrar nos negócios de gás. Vale lembrar também que motivos políticos podem estar por de trás dessa decisão, já que os vizinhos Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Barein e Egito promovem um boicote ao Catar desde meados do ano passado.

Contudo, o ministro de Energia do Catar, Saad al-Kaabi, disse que a saída da OPEP nada tem a ver com o boicote imposto pelas nações vizinhas. Al-Kaabi alega o país quer reforçar seu papel internacional e planejar estratégias de longo prazo. O foco será concentrar-se no mercado de gás, fonte da maior parte de suas receitas. Hoje, o Catar é um dos menores produtores de petróleo da OPEP, mas o maior exportador mundial de gás natural liquefeito (GNL).

O ministro acrescentou ainda que o país participará da próxima reunião da OPEP, prevista para quinta e sexta-feira, em Viena. No encontro, deve ser discutido a possibilidade de reduzir a produção de petróleo em virtude da queda do preço do petróleo, que saiu dos US$ 880 para US$ 50.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of