PIONEIRO DE LIBRA COMPLETA PRIMEIRO ANO DE OPERAÇÃO E SUPERA A MARCA DE 9 MILHÕES DE BARRIS

fpso-pioneiro-de-libra_2O FPSO Pioneiro de Libra, responsável pelo primeiro teste de longa duração de Mero, completou um ano de operação no bloco, localizado na Bacia de Santos. A unidade já superou a marca de 9 milhões de barris produzidos desde o primeiro óleo, em novembro do ano passado.

O navio-plataforma, que tem capacidade para produzir 50 mil barris de petróleo diários e comprimir e reinjetar 4 milhões de metros cúbicos de gás por dia, chegou a produzir 58 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) – fato que foi bastante comemorado pelo consórcio TK Ocyan, responsável pelo ativo. “Atingir a produção 58 mil boed com 1 poço em águas ultra profundas é um marco na indústria offshore, temos muito orgulho deste sucesso alcançado ainda no primeiro ano de operação”, comemorou a diretora da Joint-venture TK-Ocyan, Clarice Romariz.

Atualmente, está sendo realizada uma parada de produção programada para troca/interconexão de um poço injetor para dar início à nova campanha de testes do FPSO. A TK-Ocyan é uma joint venture 50/50 formada pela Ocyan e pela Teekay Offshore. A empresa tem um contrato de doze anos a serviço do consórcio de Libra, formado por Petrobrás, Total, Shell, CNPC  e CNOOC.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

Ter produção superlativa do porte de 58 mil barris/dia torna o pré-sal especial com breakevens cada dia mais baixos tendendo a US$ 20/bbl. Uma mina. Também é especial a situação de Brasil em temos de produção energética pois temos as hidráulica, petróleo, eólica, solar, biomassa, nuclear uma mistura de fontes energéticas e conhecimentos desejados por todos os países civilizados. Os apelos climáticos tem levado o mundo a substituir as fontes mais poluidoras, substituir, de imediato, o carvão e o óleo pesado asiático (sour), o azedo, rico em enxofre e CO2, pelo petróleo convencional e o gás, ou seja pelos energéticos… Read more »