Megabanner

OTIMISMO DAS EMPRESAS EM 2019 PASSA POR MENOS GOVERNO, MENOS BUROCRACIA E MAIS COMPETITIVIDADE NO MERCADO

xxxxMesmo nesse dia seguinte ao Natal, o Petronotícias continua ouvindo empresários na busca de saber o que deu errado e o que deu certo em 2018.  E saber também como estão vendo as perspectivas para o próximo ano. Hoje (26) no projeto Perspectivas 2019, ouvimos o Presidente da IMC Saste, Sérgio Salomão (foto), uma das maiores e mais  importantes empresas de engenharia, logística e facilities, com sede em São Paulo, mas com atuação em todo país. Uma empresa que nasceu das necessidades do mercado de petróleo, mas que em função da crise, buscou novos rumos e novos objetivos. E viu que há vida em muitos outros mercados. Salomão, assim como a grande maioria dos empresários, está otimista, espero que o novo governo “tire o pé do pescoço das empresas para que elas possam ser produtivas”. Está com esse sentimento, mas não deixou de deixar uma palavra para o governo que está terminando que  em 30 meses de trabalho, deixou bons legados para o país, segundo Sergio Salomão. Vamos saber quais são as suas opiniões:

– Como analisa os acontecimentos de 2018 em seu setor.

–  Nossa empresa,  desde sua fundação,  sempre esteve direcionada ao Setor de Óleo e Gás e isso foi bom, alavancou nosso crescimento. Face, contudo, a redução  de demanda do Setor,  pudemos verificar que existiam outros “mundos”. Tal percepção foi extremamente saudável para a IMC Saste e posso afiançar que outros players também descobriram esses outros segmentos.  A experiência adquirida ao longo de décadas em fffO&G proporcionou experiências impares, muito bem aproveitadas nesses novos segmentos de atuação.

– Quais seriam as soluções para os problemas que o País atravessa?

–   Esse questionamento requereria páginas e mais paginas para poder ser respondido  em sua amplitude. Na minha modesta opinião, para começar a minimizar os problemas, me atenho somente a dois pontos que julgo primordiais, a saber: 2.1- Para o Brasil Investimento maciço em educação. Não temos  outra alternativa. Vamos copiar o que o mundo já fez de bom nesse sentido. Copiar o que deu certo. O exemplo está vivo e está na nossa frente, é o caso da Coréia do Sul.

O segundo ponto que reputo essencial e aí já me volto para o problema das empresas, é o governo tirar o pé do pescoço das empresas. Menos burocracia para que possamos colocar nosso foco na produtividade, na melhoria dos processos, em novas tecnologias, enfim mais produção e menos desperdício de tempo para atender aos burocratas de plantão. Tenho bem presente o  conteúdo da palestra que  assisti nesses dias sobre IBS – Imposto sobre  Bens e Serviços, que se for implementado ajudará e em muito, a competitividade das empresas instaladas no Brasil.  

dd– O que espera do Governo Bolsonaro?  Esta otimista ou pessimista?

– Otimista ou pessimista? Sempre otimista. Torço com entusiasmo pelo sucesso do Governo Bolsonaro e para concluir, aplaudo o governo que esta por terminar pois, conseguiu algumas vitorias importantes em pouco mais de 30 meses de mandato e exemplifico: Reforma Trabalhista, Teto de Gastos, Reforma do Ensino Médio dentre outras.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of