Megabanner

IRÃ SOFRE QUEDA NA VENDA DE SEU PETRÓLEO E BUSCA NOVOS MERCADOS PARA FUGIR DAS SANÇÕES AMERICANAS

sssssssssO Irã volta a amargar dias difíceis em suas exportações de petróleo. Estão vendo que elas estão sendo severamente reduzidas pelo terceiro mês consecutivo. Mesmo assim, buscam novos mercados  em meio às sanções dos EUA, apesar de seus clientes tradicionais terem garantido aquisições. As exportações de petróleo  em novembro despencaram quando as sanções caíram para menos de 1 milhão de barris por dia  das vendas regulares de 2,5 milhões de barris em abril, levando de volta para onde estavam durante as sanções anteriores em 2012-2016. Os compradores disseram que a queda das exportações em novembro, que afetará severamente as receitas orçamentárias da República Islâmica, foi causada por uma total falta de clareza sobre os volumes que foram autorizados a comprar sob as novas sanções dos EUA.

Mais tarde, Washington deu   isenções à oito compradores tradicionais de petróleo iranianos – incluindo China, Índia, Japão e Coréia do Sul – para evitar uma alta nos preços do petróleo, mas a medida não conseguiu dar um impulso significativo às exportações. Os embarques do Irã permaneceram abaixo de 1 milhão de barris / dia em dezembro e não devem ultrapassar esse nível em janeiro, apesar do aumento mês a mês.  Taiwan disse que ainda não comprava petróleo iraniano, apesar de receber uma isenção por falta de um mecanismo de pagamento claro.

O Irã afirma que suas exportações não caíram tanto quanto o estimado pela indústria porque estava vendendo petróleo para novos compradores. Mas recusou-se a divulgá-los por medo de novas sanções. Um nível contido de remessas iranianas ajudaria o novo impulso global para cortar o fornecimento de petróleo em 2019, liderado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo, da qual o Irã está isento, e apoiar os preços do petróleo.  As exportações iranianas são maiores se o condensado, um tipo de óleo leve, for contado, assim como o petróleo bruto. Teerã prometeu continuar exportando petróleo, apesar do esforço dos EUA para reduzir suas remessas a zero.

 

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of