FPSO P-67 ENTRA EM OPERAÇÃO E AJUDARÁ A ELEVAR PRODUÇÃO DE LULA A 1 MILHÃO DE BARRIS DIÁRIOS EM 2019 | PetroNotícias





FPSO P-67 ENTRA EM OPERAÇÃO E AJUDARÁ A ELEVAR PRODUÇÃO DE LULA A 1 MILHÃO DE BARRIS DIÁRIOS EM 2019

p67Uma semana de noticiário intenso na Petrobrás, que vai chegando ao fim nesta sexta-feira com mais um anúncio importante: a entrada do navio-plataforma P-67, na área de Lula Norte, no pré-sal da Bacia de Santos. A unidade começou a operar hoje (1º), a aproximadamente 260 km da costa do estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2.130 metros. A expectativa é de que, ainda neste ano, o campo de Lula alcance a marca de 1 milhão de barris de petróleo produzidos diariamente, em menos de uma década desde o início de sua produção comercial (outubro de 2010).

A P-67 ficará ligada a nove poços produtores, além de estar interligada a seis poços injetores. O FPSO tem capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de óleo e comprimir até 6 milhões de m³ por dia de gás natural.

O novo FPSO da Petrobrás se somará às outras oito unidades que estão hoje em operação no bloco BM-S-11, onde fica o campo de Lula. São elas: FPSO Cidade de Angra dos Reis (Piloto de Lula), FPSO Cidade de Paraty (Piloto de Lula Nordeste), FPSO Cidade de Mangaratiba (Iracema Sul), FPSO Cidade de Itaguaí (Iracema Norte), FPSO Cidade de Maricá (Lula Alto), FPSO Cidade de Saquarema (Lula Central), P-66 (Lula Sul) e P-69 (Lula Extremo Sul). O bloco BM-S-11 é operado pela Petrobrás (65%), em parceria com a Shell Brasil (25%) e a Petrogal Brasil (10%).

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of