ACIDENTE DE HELICÓPTERO DEIXA O BRASIL SEM UM DOS MELHORES JORNALISTAS BRASILEIROS: RICARDO BOECHAT | PetroNotícias





ACIDENTE DE HELICÓPTERO DEIXA O BRASIL SEM UM DOS MELHORES JORNALISTAS BRASILEIROS: RICARDO BOECHAT

ddsdsO jornalismo brasileiro está de luto. Ricardo Boechat (66 anos) morreu esta manhã (11) depois da queda de um helicóptero em São Paulo, quando viajava para Campinas, onde daria uma palestra. O Corpo de Bombeiros informou que duas pessoas tinham morrido após um helicóptero cair sobre um caminhão em trecho do Rodoanel, que dá acesso à rodovia Anhanguera, na zona oeste de São Paulo. Eles seriam o piloto e o copiloto da aeronave, segundo as informações preliminares da corporação. A confirmação de que o jornalista era um dos ocupantes veio mais tarde.

Boechat era um dos jornalistas mais respeitados do país. É  ganhador de três prêmios Esso. É também o maior ganhador do Prêmio Comunique-se.  Ele  trabalhava atualmente no Grupo Bandeirantes de Comunicação, apresentando dois programas diários: A Notícia com Ricardo Boechat, um matinal na rádio BandNews FM, e o Jornal da Band, à noite, na TV Bandeirantes. Tinha também uma coluna na revista semanal Istoé. Um caminhão foi atingido pela aeronave, e o motorista foi socorrido. O acidente ocorreu na altura do quilômetro 7 do Rodoanel, sentido Castelo Branco, próximo a um pedágio. Um caminhão foi atingido pela aeronave, e o motorista foi socorrido. As causas do acidente ainda não são conhecidas. O Petronotícias se solidariza com a família e os amigos de Boechat, que deixou o seu nome gravado com honra no jornalismo brasileiro.

 Políticos, jornalistas e admiradores lamentaram nas redes sociais a morte do   apresentador e comentarista.

“É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”, escreveu o presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais.

Em nota, o Palácio do Planalto lamentou a morte. O texto afirma que o País perdeu “um dos principais profissionais da imprensa brasileira. A Presidência da República expressa seu pesar e condolências em razão do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, vitimado em um acidente aéreo, neste dia. O País perde um dos principais profissionais da imprensa brasileira. Sentiremos a falta de seu destacado trabalho na informação da população, tendo exercido sua atividade por mais de quatro décadas com dedicação e zelo.”

O vice-presidente Hamilton Mourãotambém se manifestou nas redes sociais. “Manifesto meus sentimentos às famílias de #RicardoBoechat e do piloto do helicóptero, aos profissionais da Rede Bandeirantes, rádio e televisão, extensivos à classe jornalística, pela triste notícia do acidente que os vitimou. Deus no comando.”

O governador de São Paulo, João Doria, chamou Boechat de “um dos maiores jornalistas da sua história. Sua atuação diária demonstrava sensibilidade em defesa do interesse público e do jornalismo de qualidade. Toda a solidariedade a seus familiares, amigos e colegas da Rede Bandeirantes”.

O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse receber a notícia com tristeza: “Boechat foi um dos grandes comunicadores do nosso país e uma referência de bom jornalismo e independência. Minha solidariedade a seus familiares e amigos.”

Já o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou estar em “estado de consternação e tristeza.  Era um profissional reconhecido pelo trabalho e senso crítico aguçado revelado nos principais meios de comunicação do País.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of