Megabanner

VESTAS AMPLIA CAPACIDADE NO BRASIL PARA AUMENTAR FORNECIMENTO DE TURBINAS EÓLICAS NO PAÍS

Rogério Zampronha_Vestas (29)O Brasil está no mapa de investimentos da fabricante de turbinas eólicas Vestas. Após fechar, no ano passado, um contrato para fornecer 24 unidades para um parque eólico no Rio Grande do Norte, a empresa decidiu ampliar sua capacidade fabril local. “Podemos ver a importância do mercado brasileiro para a Vestas com as últimas iniciativas e investimentos realizados pela companhia nos últimos anos no país, desde a inauguração da fábrica em 2016 até sua expansão, anunciada no ano passado”, comentou o presidente da Vestas no Brasil, Rogério Zampronha. Atualmente, a empresa possui 1,5 GW instalados ou em construção no país, o equivalente a cerca de 750 turbinas eólicas. No mundo, a empresa alcançou recentemente o índice de 100 GW instalados. “A marca atingida de 100 GW teve grande valor ambiental, uma vez que contribuiu para a remoção de mais de cem milhões de toneladas de CO2 da atmosfera, fornecendo soluções sustentáveis e econômicas para atender à demanda mundial de energia”, acrescentou Zampronha.

Quais foram as principais realizações da empresa no Brasil em 2018?

O ano de 2018 foi muito produtivo para a Vestas no Brasil. Em setembro, anunciamos que a V150-4.2 MW, maior turbina onshore da companhia, começará a ser produzida localmente em solo brasileiro, quebrando pela primeira vez a barreira de 4 MW no Brasil. A marca foi alcançada com o pedido de 101 MW para fornecer e instalar 24 turbinas para um parque eólico localizado na Serra do Mel, no Rio Grande do Norte, realizado pela Echoenergia. A produção acontecerá na fábrica da Vestas em Aquiraz (CE), que será expandida, podendo gerar mais de 200 empregos diretos e 800 indiretos, causando grande impacto socioeconômico na região.

Em dezembro, anunciamos uma parceria com a Casa dos Ventos, uma das principais companhias do setor de energia eólica no Brasil, que solicitou a produção de 151 MW por meio de um pedido de 36 turbinas eólicas V150-4.2 MW para seu parque eólico de Folha Larga, na Bahia. Com a expansão da capacidade de manufatura da companhia no país, com a nacionalização da produção da turbina V150-4.2 MW, a Vestas permitirá que seus clientes tenham acesso à tecnologia mais recente desenvolvida, com excelentes condições de financiamento.

Além disso, em janeiro de 2019, nós nos tornamos a primeira empresa a alcançar a expressiva marca de 100 GW no mundo, o que significa que atingiu sozinha aproximadamente 10% de capacidade instalada de energia eólica e solar ao redor do mundo, cujo total representa 1 TW. Além disso, a marca atingida de 100 GW teve grande valor ambiental, uma vez que contribuiu para a remoção de mais de cem milhões de toneladas de CO2 da atmosfera, fornecendo soluções sustentáveis e econômicas para atender à demanda mundial de energia.

Qual a importância do mercado brasileiro para os negócios da companhia?

O mercado brasileiro é muito importante, não apenas para a Vestas, mas para o setor de energia eólica como um todo. O Brasil é um país com ventos de ótima qualidade, o que torna a energia eólica uma fonte bastante competitiva. Também podemos considerar as boas opções de financiamento que são fundamentais para o desenvolvimento do setor. Podemos ver a importância do mercado brasileiro para a Vestas com as últimas iniciativas e investimentos realizados pela companhia nos últimos anos no país, desde a inauguração da fábrica em 2016 até sua expansão, anunciada no ano passado.

E como a empresa pretende expandir seus negócios e sua presença no setor eólico brasileiro em 2019? Quais são as perspectivas com o Brasil no médio e longo prazo?

Estamos muito otimistas com o mercado brasileiro de energia eólica para os próximos anos. Como havia comentado anteriormente, estamos expandindo a capacidade da nossa fábrica em Aquiraz, no Ceará, para a fabricação local da nossa maior turbina onshore, a V150-4.2 MW. Essa iniciativa, além de movimentar o setor de energia eólica no país, ainda vai impactar positivamente no âmbito socioeconômico, com a expectativa de gerar mais de 200 empregos diretos e 800 indiretos na região de Aquiraz.

Quantas turbinas estão em operação no Brasil atualmente?

Atualmente, a Vestas possui 1,5 GW instalados ou em construção no país, o que corresponde a cerca de 750 turbinas eólicas.

Quais são os investimentos previstos para os próximos anos no Brasil?

Começamos com o investimento para expansão de nossa fábrica no Brasil, após termos investido em uma fábrica na Argentina – inaugurada em novembro de 2018 (assim como outros países da América do Sul, a Argentina é parte da região comandada a partir do Brasil). Investimentos futuros serão oportunamente anunciados, quando tomarmos a decisão de aumentar ainda mais nossa presença na região.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of