Megabanner

OBRA DE CONSTRUÇÃO DOS REATORES DA USINA NUCLEAR DA BIELORRÚSSIA ENTRA EM NOVO ESTÁGIO DE AVANÇO

EEA unidade 1 da usina nuclear em construção em Ostrovets, na Bielorrússia, foi conectada à sua própria fonte de fornecimento de energia. A concretagem da cúpula da unidade 2, também foi concluída, informou a Rosatom. A usina nuclear bielorrussa está sendo construída usando o projeto russo VVER-1200.  A primeira unidade está programada para o comissionamento no próximo ano, com a segunda unidade a ser colocada on-line em 2020. Os reatores fornecerão 2340 MWe de capacidade. A empresa estatal russa disse que os dois “transformadores auxiliares de reserva  foram colocados em operação na unidade 1.” Vitaly Polyanin, diretor do projeto da usina disse que a fonte de alimentação permite testar os motores elétricos das principais bombas de circulação da unidade antes do hidrotestes da instalação do reator.

A unidade 2 completou um processo igualmente importante, com a concretagem da cúpula do prédio externo de contenção. Isto foi conseguido de acordo com o cronograma conforme o projeto se aproxima da “linha de chegada” do trabalho de construção e instalação na unidade. A RosSEM Trust iniciou a concretagem da cúpula em novembro de 2017 e, desde então, estabeleceu um total de 3.043 metros cúbicos de concreto. A estrutura tem 15,6 metros de altura e um diâmetro de 51,6 metros. Sua conclusão significa que a instalação dos sistemas passivos de remoção de calor através de geradores de vapor pode começar, disse Rosatom. Esta é a última etapa na preparação da unidade de energia para o comissionamento.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of