Megabanner

AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA QUER QUE SEUS MEMBROS FINANCIEM ATIVIDADES DE SALVAGUARDAS

DSAAAAA Agência Internacional de Energia Atômica que aumentar ainda mais seus níveis de segurança e salvaguardas.  Yukiya Amano, seu diretor geral,  pediu aos Estados membros que forneçam financiamento adicional para essas atividades.  Numa fala de abertura no  Conselho de Diretores da AIEA, Amano disse que “Até hoje, há 453 reatores nucleares em operação em 30 países, fornecendo cerca de 400 GW de eletricidade. Outros 55 reatores estão em construção em 18 países, quatro dos quais são recém-chegados à energia nuclear.” Ele disse que a Agência lançou um novo Projeto de Pesquisa Coordenada de quatro anos para desenvolver uma estrutura padronizada para o descarte de fontes radioativas seladas e pequenas quantidades de resíduos de nível intermediário e baixo: “A Agência tem um requisito estatutário para financiar a implementação de salvaguardas através do orçamento ordinário, então uma redução no orçamento regular,   como o corte de 1,3% que estamos implementando este ano,   afeta particularmente nossas atividades de salvaguardas “.

Ele observou em seu discurso que: “A demanda por atividades de salvaguardas, que a Agência é legalmente obrigada a empreender, tem crescido muito mais rapidamente do que o orçamento ordinário nos últimos anos. Continuarei trabalhando duro para garantir que os recursos que você nos confia sejam usados efetivamente e  apelo aos Estados Membros para que nos apoiem, concordando com um modesto aumento real do orçamento, para que possamos cumprir nossas obrigações legais e manter os altos padrões de serviço que você espera”.

O Irã está implementando seus compromissos nucleares no âmbito do Plano de Ação Integral Conjunto, disse Amano ao conselho.  “É essencial que o Irã continue implementando totalmente esses compromissos. A Agência continua a verificar o não desvio de material nuclear declarado pelo Irã sob o seu Acordo de Salvaguardas. As avaliações sobre a ausência de material nuclear não declarado e atividades no Irã continuam.”

Na implementação de atividades de verificação no Irã, a AIEA analisa todas as informações relevantes para as salvaguardas, o que normalmente leva tempo, e toma medidas quando apropriado. A Agência realiza análises e ações de maneira independente e objetiva, dentro do atual quadro de salvaguardas e de acordo com a prática estabelecida. A AIEA também continuou monitorando o programa nuclear da Coréia do Norte, usando informações de código aberto e imagens de satélite. A AIEA não observou, até o final de fevereiro, nenhuma indicação de operação do reator de 5 MWe Yongbyon desde o início de dezembro, disse Amano. Também não viu indícios de atividades de reprocessamento no Laboratório de Radioquímica. Amano disse ao conselho que a AIEA continua a acompanhar de perto os desenvolvimentos internacionais sobre a questão nuclear norte-coreana.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of