Megabanner

CADE AUTORIZA VENDA DO CAMPO DE MAROMBA PARA A BW OFFSHORE

BW-OffshoreGigante no mercado de operação de FPSO, a BW Offshore vai entrar no setor de exploração e produção offshore no Brasil. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) autorizou a venda da participação da Petrobrás (70%) e da Chevron (30%) no campo de Maromba para a companhia norueguesa. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (6), no Diário Oficial da União.

A Petrobrás disse ao Cade que a venda do ativo faz parte de seu programa de desinvestimentos, enquanto a Chevron afirmou que a operação é estratégica para permitir o foco em outros projetos.  O campo de Maromba, que ainda não iniciou sua produção, é uma descoberta de óleo pesado (16o API) em águas rasas, localizado ao sul da Bacia de Campos, próximo aos campos de Peregrino e Papa-Terra.

Segundo a Petrobrás, a declaração de comercialidade do campo ocorreu em dezembro de 2006. O reservatório Maastrichtiano foi totalmente avaliado através da perfuração de 9 poços e é considerado como economicamente atrativo.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

Mais um Campo vendido contrariando o discurso feito. Maromba e Papa-Terra são acumulações contíguas, hoje campos, que têm áreas já delimitadas em 3 camadas de reservatórios do pós-sal de idade Maastrichtiana, podendo conter, além disso, óleo pesado também nos arenitos do Terciário. O óleo pesado no Brasil, tipo os dos campos Peregrino e Atlanta, esse operado pela QG oil&gas, Terciário, apesar de denso, tem elevada mobilidade que facilita sobremaneira o seu escoamento. Em Atlanta cada poço produz cerca de 6,5 mil barris/dia com bombeamento na superfície, podendo chegar a algo como 10 a 12 mil barris/dia de petróleo com bombas… Read more »